Hoje é dia de... Sidney Sheldon!

Boa tarde amigos do Alquimia... Aqui quem vos fala é Elimar, essa  professora sofredora, adoradora de  livros. O post de hoje é dedicado a um dos escritores mais polêmicos do gênero policial e do thriller: o escritor e também roteirista Sidney Sheldon.  Com um estilo próprio, Sidney Sheldon te coloca dentro de uma trama intricada, onde vários caminhos se cruzam, te dando inúmeras possibilidades para as motivações de um determinado personagem. Ainda hoje ele é considerado o escritor mais traduzido do mundo: cerca de 180 países possuem suas obras.
Filho de judeus alemães e russos, Sidney Sheldon nasceu Sidney Schechtel, e foi durante a Grande Depressão Norte-americana que começou sua vida no meio artístico: compondo uma canção que o levou direto a Nova York. Escreveu peças na Broadway, roteiros  para o cinema e TV, ficando muito conhecido. Um de seus trabalhos mais destacados  na TV foi "Jeannie é um Gênio",  série estrelada por Barbara Eden e Larry Ragman.
O início de Sheldon no mundo da Literatura se deu nos anos 70, como o livro "A Outra Face". O livro não fez o sucesso esperado, apesar de ter sido considerado pela Edgar Alan Poe Award como o melhor livro de estréia 1971. Três anos depois, Sheldon publica seu segundo livro, "O Outro lado da meia-noite". Esse  alcançou o primeiro lugar na lista dos mais vendidos no New York Times, permanecendo por lá durante 53 semanas. Foi a partir desse livro que Sidney Sheldon resolveu se dedicar exclusivamente ao mundo da  escrita. Seus livros sempre foram duramente criticados, exatamente por seu caráter cru e sensual, considerados por muitos com "Lixoteratura".
Livros publicados pela Editora Record.
Os livros de Sheldon tinham o intuito de entreter. Talvez ele tivesse uma mensagem ali, ou outra acolá, mas no final, suas obras eram "filmes" muito bem produzidos, com recursos ilimitados, exatamente por sairem de nossa mente. Dicilmente teremos um escritor com o mesmo dinamismo e talento de Sheldon. Não que os autores de policial e thriller hoje em dia não sejam talentosos, nada disso... O que quero dizer é que dentro do estilo, Sidney Sheldon conseguiu fazer algo diferente. Algo tão intenso que até  hoje procuro esse estilo em outros livros do gênero, e devo dizer que ainda não encontrei.
Quando estava perto de completar 90 anos, Sidney Sheldon faleceu, deixando para trás uma carreira de sucesso e fama. Seu ultimo  livro foi "O Outro lado de Mim", um livro de Memórias, com o mesmo ritmo ágil e pungente que o fez figurar entre os autores mais vendidos. Com a autorização da família, sua colaboradora Tilly Bagshawe publicou duas obras suas em andamento, "A Senhora do Jogo" e "Depois da Escuridão"  (os únicos que faltam para a minha coleção). Críticas a parte, muito do prazer que tenho por leitura, devo aos livros de Sidney Sheldon. Eles chocam sim, é  verdade, mas não é nada diferente do que vemos em alguns filmes, e porque não dizer, jornais e telejornais da vida. O mérito de Sheldon está  no fato de você não conseguir abandonar o livro. Você sempre precisa de mais um capítulo... Só mais um...
Bem, polêmicas a parte, acredito no poder iniciador das obras de Sheldon. Todo leitor iniciante se sente especial quando termina de ler um livro com mais de 300 páginas. Sei disso porque era o sentimento que eu tinha quando terminava um E vejo isso nos olhos do meu sobrinho, um muleque de 13 anos, que fica todo bobo quando chega perto de mim e diz que já acabou o livro da  vez.
No sábado, quando  estava no clube leitura, Ana Maria me disse que nunca se leu tanto no Brasil. Isso é bom, mas se comparmos o Brasil com outras nações, ainda lemos muito pouco. Se esse post servir de inspiração para que alguém começe essa dura, porém gratificante jornada, o meu dia já foi ganho...
Beijos e até a próxima...

P.S.:  Acabei  de me lembrar que está  faltando mais um livro para a minha coleção "Sidney Sheldon". Esse  livro esta com a Déia... Mulher, já leu o  meu livro? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vou levar um dos seus filhos como refém... A Luiza, de preferência.... O Lucas está comendo muito... Só na padaria, vou a falência brincando... kkkkkkkkkkkkkkkk

4 comentários:

  1. Nossa, Qntos livros do S. Sheldon!! *-* hehehehe
    Eu ainda nao tive oportunidade de conhecer as obras dele, mas como meta, este ano lerei ao menos um livro dele!!

    Beijos
    Rapha ~Doce Encanto.

    ResponderExcluir
  2. Rapha, no começou você vai estranhar (Caso você não tenha lido nada tão forte). MAs os livros dele são viciantes.

    ResponderExcluir
  3. No avon sempre tem aqueles livros vira-vira dele, vou ver se compro :D

    ResponderExcluir
  4. Tb amo Sidey Sheldon. Li todos os livros dele. Exceto esses dois últimos pós-mortem.
    Adorei seu blog. Virei com frequência!

    Beijos

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords