Resenha: Anna e o Beijo Francês!

Anna e o Beijo Francês
Autora:  Stephanie Perkins
Gênero:  Ficção Norte-americana
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2011
N° de páginas: 288

Sinopse:

Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer? 

Comentários:

Esse é  o tipo de livro que se deve ler num dia frio, embaixo das suas cobertas, tomando um chocolate bem quentinho... O livro "Anna e o Beijo francês" da Editora Novo Conceito te fará rememorar aqueles sentimentos a flor da pele que tinhamos quando éramos adolescentes. Ou, se for o caso, perceber quando nossas atitudes em relação a amigos e relacionamentos ainda são tipicamente "teens".

Nossa personagem principal, Anna Oliphant, é uma jovem de 18 anos que é mandada para a França pelos  pais,  para que estude o ultimo ano do colegial numa escola para americanos (achei super estranho, e fiquei curiosa para saber se tal escola existe de fato). Seu pai é um escritor de Bestseller, divorciado de sua mãe a quase seis anos. Impossível não associar as críticas de Anna em relaçao ao que o pai escreve, com as críticas feitas as obras de Nicholas Sparks por muitos acadêmicos por aí. Acho que ela é dura com seu pai em demasia, e vai percebendo isso ao longo do tempo que passa em Paris, como os críticos que batem em Sparks também o são,  já que não se pode esquecer que as obras dele estão carregadas de suas convicções familiares e religiosas. Acredito que vemos aí uma crítica da autora em relação a obra de Sparks, e não a pessoa dele. A personagem Anna ama o pai, mas não termina o  livro acreditando que aquilo que ele escreve tem alguma serventia de fato.  Mas deixemos de  lado essa conversa e vamos seguir em frente, que aqui, significa falar de  Anna e suas desventuras.
Ao chegar na escola, Anna se deparra com uma realidade não tão distante daquela que deixou em Atlanta, na Geórgia: amigos descolados, patricinhas esnobes, babacas de plantão, e é claro, um gatinho com quem ela se envolve.
 
O "diferente" nesse romance é que não tem vampiro, não tem lobisomem, e não tem zumbi. Só jovens adolescentes descobrindo novos sentimentos e sensações, tendo que arrumar coragem para encarrar cada dia de novo,  sem deixar "a peteca cair".
Anna não se sente em casa em Paris. Está na cidade mais romantica do mundo e só pensa em voltar para casa.  A  estranheza da situação ao qual  ela está inserida não é  algo distante para  mim, e  acho que foi por isso que gostei dela de cara. Sei o que é ser "mandada" para outro lugar, porque sua educação depende disso. Sei como é  frustante ficar longe da sua família, e achar que seu coração vai sair pela boca, mesmo  sabendo que você não pode voltar. Claro que tudo isso passa.  Você faz novos amigos, conhece novos lugares, ri com outras pessoas...  As coisas se ajeitam... Mas até lá, são muitas lágrimas derramadas no travisseiro.
 
Anna se mantém ligada a sentimentos inexistentes, para não se magoar em Paris, e finge não perceber que a cada dia que passa, se envolve cada vez mais com o jovem Étienne St Clair, o americano filho de um francês com sotaque londrino, e que tem uma namorada  (isso nos angustia a todo momento).

Uma das coisas que amei no livro de Perkins foi a aparência que ela deu a seus protagonistas: nenhum deles é belo de morrer. Eles se tornam belos a partir do olhar apaixonado do outro, mesmo diante das "imperfeições" que apresentam: Anna com seus dentes separados e Étienne, com seus quase dez centímetros de diferença para com sua "amada".

Diante de tantos romances teen onde o elemento fantástico é o protagonista, ler um romance onde os conflitos são universais e palpáveis, pelo menos para mim, é uma benção.

E teremos sorteio desse livro também...  A Novo Conceito mandou mais um kit, que vamos complementar  com alguns brindes para vocês...  É só aguardar um pouquinho... kkkkkkkkk

Beijos e até a próxima!

4 comentários:

  1. Eu já o tenho na pilha de livros pra ler, como disse antes,ele vai furar fila...

    ResponderExcluir
  2. Adooorei a resenha!!
    Estou com o livro em casa, mas tem alguns na frente dele, mas agora me de vontade de passá-lo à frente hahahahaa

    Beeijocas
    Rapha ~Doce Encanto

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha e vou aguardar o sorteio...rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Olá estou com um mês de Blog e gostaria da opinião de leitores para melhorias

    http://aleitoracassia.blogspot.com/

    Se puder dê sua opinião

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords