[Resenha] Romeu Imortal: Stacey Jay!


Sinopse:

Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.

Comentários:

Muitas foram as críticas em relação aos dois livros dessa série (posso chamar de série? sei lá...). Os fãs dos clássicos se sentiram meio ultrajados, por alguém pegar a maior estória de amor e reconstruí-la toda, deixando o casal possuidor do amor ideal separado. No primeiro livro, confesso que Julieta não me convenceu. A personagem era muito depressiva para o meu gosto, e apesar de ter uma causa nobre a mais de 700 anos, houve alguns momentos que eu torcia para o seu oponente, que era nada mais, nada menos do que Romeu. Nesse segundo livro, Romeu tem a chance de se redimir dos erros cometidos ao longo de 700 anos, se conseguir convencer Ariel (a menina que teve o corpo ocupado por Julieta no livro anterior) que o amor existe e é possível em sua vida... O lance é que Romeu tem três dias para isso, se não voltará a ser um espectro que se transformou após ter ajudado Julieta no livro anterior (só lendo para entender melhor gente... ). No primeiro livro, tive uma impressão diferente de como Ariel seria. Mas depressiva e tímida. Mas ela não é assim. Achei ela decidida, dura, forte... Com um pouco de neura por causa das cicatrizes causadas por uma queimadura, mas mesmo assim, bem melhor do que a Ariel de Julieta, que era uma mala sem alça e sem rodinha, diga se de passagem. Sempre achei que o Romeu tinha mais potencial como personagem do que ela. Canalha, sedutor, atraente, mentiroso... Romeu é tudo isso e muito mais. Cheio de defeitos e por isso mesmo, muito mais humano. Ao se aproximar de Ariel, ele tem a chance não só de se redimir*, mas também de mostrar que ainda existe sentimentos fortes dentro de si, e que dessa vez, ele está pronto para o sacrifício maior, em nome do que passa a sentir por ela. Não sei dizer se gostei do livro. Li devagar por que tenho trabalhado de maneira intensa nesses últimos dias, e para completar, ainda o esqueci em uma das escolas onde trabalho, pois tenho lido nos intervalos. Se for para dizer o que senti ao ler o livro, vou dizer que me senti bem. Romeu é uma delícia. Isso é fato. O romance que se desenrola ao longo da trama agrada, mas não chega a esquentar a ponto de ficarmos desesperados, torcendo pelos dois. O que acontece é que o livro começa morno e termina morno, quase frio. O final foi um pouco melhor do que o primeiro, mas não me satisfez... Eu espera algo diferente para Ariel. Mas foi feliz (caso alguém ache que o negócio acabou mal... rs). Eu indicaria e daria de presente, mas para leitoras mais jovens. Para a galera mais adulta, acho que o livro não convenceria. Mas essa é a minha opinião. Talvez você tenha outra diferente...

Beijos!

Elimar

*  O nome do livro nos Estados Unidos é "Romeu Redimido", mas para não perder o "link" com o primeiro aqui no Brasil, a editora resolveu mudar. Não gostei! Achei que para os novos propósitos do personagem, "Redimido" se encaixava melhor... Mas... Fazer o que né? 

11 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Elimar! Já li Julieta Imortal e amei! Estou ansiosa para ler Romeu Imortal! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá garota adorei a resenha e quero esse livro. Ganhei Julieta imortal de presente e achou que vou ganhar Romeu também. Assim espero.rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler Romeu Imortal. Gostei muito de Juleita Imortal apesar de ter muitas pessoas que não gostaram.
    Gostei da resenha, estou muito anciosa para ler ele.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  4. Eu não gostei Julieta Imortal. Não gostei nada. Sinceramente, eu fiquei até meio com raiva do livro quando li, porque tinha lido tanto elogio e tal tudo isso para chegar lá e ver que não era nada do que tinham falado.
    Gostei da sua resenha, mas mesmo assim, não acho que arriscaria ler, só se for o ultimo livro que eu tiver para ler mesmo. Não quero arriscar, ler e me decepcionar como aconteceu com o primeiro.

    Beijos,

    Vitória

    Shake Your World

    ResponderExcluir
  5. Bem eu sou a que adora reconstrução, por isso achei o gancho da autora Stacey Jay, muito válido, não sei se Shakespeare gostaria rsrsr..... Sei lá, ele era um visionário em termos estéticos sobre a arte, creio que não veria um profanação. O que ão gostei foi a lentidão da história, por vezes cansativa até. Ótima resenha Eli, e concordo com você sobre o nome do livro, enfim...

    ResponderExcluir
  6. Oi Elimar! Eu gosto de repaginada nos clássicos, novas ideias são sempre bem vindas. Estou ansiosa para ler este livro, quero ver o que o novo Romeu tem de bom. Em relação ao nome, prefiro o original.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi Elimar, ao contrário de você eu gostei de Julieta Imortal, e estou ansiosa para ler a continuação. Acho que o nome original seria melhor, combinaria mais com a história. Espero que Romeu Imortal seja tão bom quanto achei o primeiro. Tá aqui na minha fila de espera. Espero poder pegar em breve. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi elimar, eu já tinha vontade de ler esses dois livros, Julieta e Romeu, mas com sua resenha fiquei ainda com mas vontade de ler. toda essa repaginada e roupagem nova dever ter deixado toda a história muito interessante. Resenha 'mara'. bju
    Eykler
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. gostei da resenha e me mostrou o que mais ou menos vou sentir lendo os dois livros, pq ainda nao li ainda os dois... hummm nao gostei muito quando vc falou morno, frio, morno hehe mais vou ler pq quero conhecer este história!!

    bjs
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li o primeiro,apesar da historia me despertar certa curiosidade...
    Adorei a resenha e o esclarecimento sobre a troca do nome.

    Bjks

    ResponderExcluir
  11. Estou lendo Romeu Imortal e adorando.
    Gostei bastante de Julieta Imortal e acho que a continuação está valendo a pena pra mim.
    E claro concordo com você, teve muita gente que achou um abuso a autora usar a história de amor e escrever a sua própria eu já adorei, achei interessante o ponto de vista dela.

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords