[Resenha] Bem Profundo: Portia da Costa!


Sinopse:

Uma das tarefas de Gwendolyne é esvaziar todos os dias a caixa de sugestões da biblioteca. Um dia, Gwen encontra uma carta direcionada a ela, e se trata de uma proposta indecente. Um homem misterioso começa a lhe mandar correspondências de perder a cabeça e fica claro que ele não quer ficar só no papo! Suas ideias são chocantes, mas excitam Gwen. Enquanto sua imaginação está a mil, ela ainda precisa lidar com o professor Daniel, que está fazendo uma pesquisa temporária na biblioteca. Um homem espetacular, em sua opinião. Gwen começa a fazer avanços sobre o professor inspirada pelas cartas picantes que recebe do admirador secreto. Personagens apaixonantes e um final surpreendente completam este erótico que tira o sono até das almas mais puras. Alguns envolvimentos vão longe demais, e não é possível escapa do que é bem profundo. 

Comentários:

Hibernei meu povo. E não foi por causa do recesso que o blog deu não, mas por causa do serviço de quinta oferecido pela Oi Velox, que nos deixou 13 dias sem telefone e internet, nos trazendo uma dor de cabeça dos diabos. Mas estarei voltando aos poucos para esse cantinho que amo, com novas resenhas e novidades, porque esse ano o Rio terá BIENAL. Já estou surtando antes do tempo gente... Mas vamos a resenha que é o que interessa nesse momento... 

Depois do sucesso de 50 tons de cinza, as editoras brasileiras resolveram investir com força na literatura erótica. O lance é aproveitar o momento, já que a mulherada resolveu se libertar e correr para as livrarias. E a Editora Planeta não ia ficar fora dessa: "Bem Profundo" é o primeiro livro desse gênero lançado pela editora, e confesso a vocês que não considerei o maior acerto da editora. Porque? Na minha humilde opinião de leitora, a Planeta é uma editora ousada. Lança títulos completamente desconhecidos no país e consegue fazer com eles figurem entre os mais vendidos e comentados pela blogsfera e também no mundo literário. Com um catálogo bem diversificado, a editora figura entre as mais vendidas e desejadas dos leitores, não perdendo a boa posição que alcançou no mercado editorial brasileiro. Lançar um livro erótico não é algo menor, mas acho que demandaria uns testes com escritoras mais conhecidas do público, sei lá... Portia da Costa! Alguém já ouviu falar dessa escritora? Não estou desqualificando-a como escritora, por favor, mas acho que não bem esse o mote erótico que as leitoras de 50 tons de cinza gostarão. Na trama, o tal do Senhor Grey é um cara chegado a sexo, mas que vai se apaixonando pela protagonista. É um processo que leva três livros para acontecer, ou seja, existe um tempo de maturação da estória. Em "Bem Profundo", tudo acontece no curto intervalo de tempo de menos de uma semana. A protagonista, Gwen, passa muito rápido de uma bibliotecária tranquila para uma devassa completa, que recebe bilhetes eróticos no seu horário de trabalho. Uma coisa que não gostei também foi o fato dele chamar ela de "piranha" e "puta" (com o perdão do palavrão). Não que eu seja contra o palavrão, mas xingar a mulher na hora do sexo e ela achar o máximo, não é bem a minha... Sem querer generalizar, porque sei que existe público para todos os livros, não consegui me conectar com "Bem profundo". Quem sabe no próximo não é?

Elimar


9 comentários:

  1. Tem livros que pegam bem pesado e a identificação do grande público é complicada,pois esses gostos sexuais são muito íntimos e pessoais então fica difícil agradar a muitos e depende de como a autora desenvolve isso,pois o nosso Gideon é bem vulgar mas pega bem para ele eno desenrolar do livro,mas enfim... tenho muita vontade de ler o livro,mamãe já leu e gostou e ele está na minha lista infindável de leitura.

    Ótima resenha,e vamos surtar juntas pela Bienal!!!

    Bora assaltar um banco??? hehehehehe

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu confesso que não curti nada essa nova moda de livros eróticos. Tudo bem, nunca li nenhum do gênero, não devia falar sem saber, mas sei lá, não me chama a atenção e por mim, essa modinha podia muito bem desaparecer que eu não sentiria a menor falta!
    Mas tem quem goste, e eu respeito MUITO o gosto de todos. Por isso, espero que quem leia goste e tal, mas enfim, esse livro não é pra mim... hehe
    Beeijos,
    leitoraobsessiva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ai Elimar eu concordo totalmente com vc!!

    Não aguentei o livro... quase abandonei... mas fui até o fim e me arrependo até hj!!!

    Vulgar é pouco... não gostei... sem romance... sem noção!

    Adoro suas resenhas!

    Beijão envenenado... <3

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir


  5. Oi, Eli que bom que está de volta. Olha eu não gostei e nem desgostei deste livro, já que sempre primo em minhas resenhas pelos ganchos da história e se ela é um bom entretenimento. A história é clichê em alguns pontos e outros simplesmente se lê. A questão da protagonista ter se alvoroçando em tão pouco tempo é porque ela guardava dentro de sim isto, pelas entrelinhas pode-se ver. Mas gosto é gosto né? E quanto aos usos dele, bem se pensarmos um pouco na vida real têm pessoas que são adeptas deste linguajar entre 4 paredes e ai tem autores que se valem disso para chegarem próximo do real. Enfim , gostei de sua resenha como sempre. Valeu!!!


    ResponderExcluir
  6. Oi Elimar, este lance de livro é bem complicado mesmo. Eu ainda não me interessei por este livro, sei lá, não me chamou a atenção. Não tenho nada contra palavrões também, e sei que tem muitos casais que curtem certos palavreados na hora do sexo. Então, eu acho que não me importaria com isso. O que me deixa meio sem vontade de ler, é o lance da coisa toda rolar tão absurdamente rápido... Sei lá. Ótima resenha. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hummm tb não gosto desses palavrões, td tem limite né...
    Acho a capa desse livro muito linda, mais não sei se leria, gostei muito da sua resenha, foi bem direta!!

    bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  8. Achei esse livro diferente, e de uma forma bem estranha ele me agradou!
    Na verdade os únicos dessa leva erótica que estão ganhando meu coração são os da Bella Andre. Gostaria que mais nesse nível romântico fossem lançados!

    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Foi Bom passar por aqui e ler os comentarios a respeito do Livro Bem Profundo, pois pra quem se apaixonou perdidamente por 50 tons e pela Série Crossfire aqual estou em anciedade maxima pelo ultimo volume da série, gostaria de ler outros livros pra amenizar a anciedade. Estou até lendo já outro livro porem não tem nada haver com esse tema. Bjs

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords