[Resenha] Um Olhar de Amor: Bella Andre!


Sinopse:

Chloe Peterson está tendo uma noite ruim. Uma noite realmente ruim. O machucado grande em sua bochecha pode provar isso. E quando seu carro patina para fora da estrada molhada em direção a uma vala, ela está convencida de que até o cara maravilhoso que a salvou do meio da tempestade deve ser muito bom para ser verdade. Ou ele é mesmo? Por ser um fotógrafo de sucesso que viaja frequentemente pelo mundo, Chase Sullivan tem seu jeito com mulheres bonitas, e quando ele está em casa, em São Francisco, um de seus sete irmãos normalmente está acordado para começar um pouco de diversão. Chase acha que sua vida é ótima do jeito que está — até a noite que encontra Chloe e seu carro destruído na rodovia Napa Valley. Não apenas nunca tinha conhecido alguém tão adorável, por dentro e por fora, mas como também percebe que ela tem problemas maiores do que seu carro batido. Logo, ele será capaz de mover montanhas por amor — e proteção — a ela, mas ela deixará? Chloe prometeu nunca cometer o erro de confiar em um homem novamente. Mas a cada olhar que Chase lança a ela — e a cada carinho doce e pecaminoso — conforme a atração entre eles sai faísca e esquenta, ela não pode fazer nada a não ser se perguntar se encontrou a única exceção. E apesar de Chase não perceber que sua vida mudaria para sempre em um instante, para melhor, ele não é o único a querer lutar por essa mudança. Ao contrário, ele está se preparando para uma luta... pelo coração de Chloe.

Comentários:

Depois de muito ouvir as amigas blogueiras e leitoras falando das maravilhas que a família Sullivan pode fazer para com os nossos corações, tive que me curvar as delícias de Chase Sullivan, o irmão fotógrafo e garanhão dessa prole, que conta com mais sete integrantes. Chase é um homem no auge de sua virilidade: 34 anos, moreno, olhos azuis, alto e com grana. As mulheres simplesmente se jogam aos seus pés, e o cara traça que passa (rimou... RS). Agora mais velho, ele está tentando deixar a vida de “comedor” para trás, mas um sexo casual de vez em quando não faz mal a ninguém né? Dirigindo seu carro rumo ao vinhedo de seu irmão mais velho, Marcus (o protagonista do segundo livro dessa série), Chase achava que teria uma noitada de sexo sem compromisso com a assistente de seu irmão, Ellen, uma mulher esclarecida e gente fina, que não está à procura de um relacionamento, mas sim uma boa noite com o moreno gostoso. Dirigindo com certa ansiedade, Chase repara que um carro tinha sido jogado dentro de uma vala. Como bom cavaleiro que nosso protagonista é, ele para e ajuda a moçoila, que se mostrava extremamente assustada com o desconhecido simpático. Chloe, a tal moçoila perdida na estrada, estava fugindo “não se sabe de quem, mas se imagina desde o primeiro estante”. Logo de cara percebe-se a atração que ambos sentem um pelo outro (oi?), e mesmo tentando impedir que seus corações batessem mais forte, nossos heróis estavam indo rumo ao inevitável. Gente, para uma leitora voraz que sou, e que lê romances já faz um tempo, “Um Olhar de amor” significa um grande avanço para nós, pois isso demonstra que as editoras estão dando uma atenção maior para com as leitoras brasileiras, publicando aquilo que queremos ler. É inegável que estamos comprando um “conto de fadas”, com um boa dose de sexo, já que a Branca de Neve e a Cinderela só faziam isso depois que o livro acabava, apesar de eu ter as minhas dúvidas. Esse é o tipo de livro que têm um público bem específico, e que não vai agradar todo mundo. Chase e Chloe mal se conhecem e em menos de 24 horas vão para a cama. Chase se apaixona muito rápido, e não esconde de ninguém que quer mais do que um caso com Chloe, que a princípio, se mostrou bem mais ponderada diante da situação, mas que no fundo estava gostando e muito das atenções de nosso fotógrafo. Confesso que já li romances bem mais quentes, com pegadas memoráveis, mas Chase não fica devendo nada para os “Pegadores literários”. Só o que me incomodou um pouco foi a rapidez com que as coisas aconteceram nesse livro. Foram 72 horas de sexo intenso e selvagem entre os protagonistas, que despertou o homem de família que existia dentro de Chase. De modo geral, posso dizer que foi uma leitura bem agradável, mas não impactante. Espero que Marcus seja um “irmão melhor”, no quesito “Romance”. É ler para crer...

Elimar



10 comentários:

  1. eu gostei desse livro,mas também achei muito rápido..... mas é uma leitura gostosa e quente!!!

    bjsss

    Bianca
    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Apesar do amor surgir de modo bem rápido, eu gostei do livro. O Chase é uma graça de homem... Se é que me entende...O livro serve ao seu propósito que é distrair e nos deliciar com um pouco de romance...

    Lia Christo
    www.docesletra.com.br

    ResponderExcluir
  3. É bem isso... Um livro gostosinho, de leitura leve, mas nada impactante... Ler sem sem esperar muito e curtir... Como eu li ele após um livro forte (Ladrão de Almas) eu curti bastante a leitura... Mas é uma história que foge um pouco a realidade... Quem dera os homens bonitos, gostosos e ricos fossem assim, hehehehe

    ResponderExcluir
  4. Nossa... adorei a resenha... super divertida!!

    Tinha que ser sua né, Elimar!!

    Eu adorei esse livro! Os irmãos Sullivans são maravilhosos mesmo! <3

    E tb achei que tudo acontece rápido demais, mas adorei já que é um livro para entretenimento e diversão!

    Passei a ser fã da autora!

    Beijos envenenados!!

    ResponderExcluir
  5. gente eu acho que vou gostar do livro, mas quando as coisas são rápidas demais me incomodam sabe

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é uma delícia.
    Concordo que as coisas acontecem um pouco rapido demais... mas ele é divertido e me proporcionou bons suspiros!

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. hehehehe.. eita Eli, esse negocio de amor instantaneo nao me convence ;//
    Acho que eu seu mto chata pra essas coisas, sei la viu.

    Preciso ler pra ter minha opiniao, mas vai ser dificil abrir minha mente hahahahaha

    beeeijao

    ResponderExcluir
  8. Apesar do lado família ter despertado depois de muito sexo, no fundo sou romântica acredito em amo à primeira vista kkkkkkkkkkkkkkkk. Valeu,Eli.

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei bastante desse livro. Assim como a Verônica tb acredito no amor a primeira vista, kkk
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Elimar, eu ainda não li nenhum livro da série, apesar de ter ouvido muitos comentários positivos a respeito dela. Mas a onda de livros hot o ano passado de deixou meio cansada do gênero. apesar deles sempre existirem, parece que o mundo só os descobriu em 2012. Adorei a sua resenha, tenho vontade de ler o livro, mas não agora.bjs
    Eykler

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords