[Semana Nacional#3] Resenha: O Perfume da Rosa: Haydee Victorette!


Sinopse: (Irmãs Stanford - livro 1)


"Os segredos não podem ser guardados tão profundamente que nunca possam ser desenterrados… Às vezes, eles voltam para cobrar o seu preço."


Londres, século XIX. Duas irmãs órfãs, Elizabeth e Samantha, aos cuidados de uma duquesa autoritária, Arthur, um duque libertino, encarregado de apresentar Elizabeth à sociedade e um assassino cruel à espreita… 
Mulheres relacionadas ao Duque de Devonshire são cruelmente apunhaladas até a morte e uma rosa é deixada sobre os corpos. Em meio ao pânico crescente, em um jogo de perseguição ao assassino, nasce um amor tempestuoso e irresistível…

Comentários:

Primeiramente, quero me desculpar imensamente com a autora do livro, Haydee. Eu jurava que já tinha escrito uma resenha sobre ele, mas os afazeres do ano passado me deixaram enlouquecida, e eu coloquei o livro dela na pilha de "resenhados" aqui em casa. Mas como errar é humano, vim aqui corrigir a minha falha. Acredito ter encontrado o caminho das pedras dos bons livros, já que esse romance acertou em cheio o meu coração. Sabe aquele livro que você diz "Esse é o meu número"? Pois é... Esse é o tipo de livro que AMO. Romance, mistério, traição, um segredo e é claro, um casal apaixonado, que vai passar por várias situações para finalmente ficarem juntos. Esse é o primeiro livro da série "Irmãs Stanford", e conta a estória de Elizabeth e Samantha, duas jovens que ficam órfãs, e vão murar com a duquesa Ruth, uma mulher extremamente autoritária, que logo deixa a cargo de seu sobrinho apresentá-las a sociedade londrina. O sobrinho Arthur, Duque de Devonshire, é um libertino conhecido, que se vê envolvido com a beleza e a firmeza de caráter de Elizabeth, que não se dobra diante do caráter duvidoso de nossa herói, que horas parece estar apaixonado, e em outras totalmente desinteressado. Um personagem difícil de não se gostar. A trama gira em torno dos assassinatos das ex-amantes de Arthur, que o colocam na linha de frente, sendo considerado por todos o principal suspeito. O tal assassino deixa junto aos corpos uma rosa, e um rastro de perfume que perseguirá Elizabeth, que também sofrerá um atentado, aumentando as suspeitas sobre Arthur. A trama é uma delícia! A forma como Haydee vai construindo o amor dos protagonistas não é cheia de doce não. Ao mesmo tempo que sabemos que Elizabeth está se apaixonando por Arthur, vamos notando o amadurecer do Duque, que encontra uma parceira a altura da sua personalidade. Acho que para um leitor mais atento, fica claro logo de cara quem é o assassino, mas não é nada que nos tire o prazer de ler. Se você curte um bom romance, aos moldes de Amanda Quick, Candace Camp e Jude Deveraux, Haydee Victorette tem tudo para se tornar uma de suas escritoras favoritas. Vai por mim...

Elimar


12 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Elimar! Estou ansiosa para ler O Perfume da Rosa! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Eu observei este livro há muito tempo atrás. Não achei para comprá-lo e depois quando apareceu não pude. Gostei da história, mas fico me pergunta se é um caminho os autores nacionais repetir as fórmulas estrangeiras. Fui em uma palestra outro dia em uma editora que não posso citar e o editor de lá disse que não apostava em nacionais, - as discussões era em torno disso,- porquê a maioria repetia as formas estrangeiras sem novidades, que ele tinha visto poucos dos que estão surgindo criando um enredo passado aqui e valorizado locações daqui. Enfim, só um enorme parêntese, mas gostei se sua resenha você se inspira muito quando se trata de romances florzinhas rsrs... Valeu!!!

    ResponderExcluir
  3. Sou doida para ler esse livro, mas nunca o encontro!
    Vou caçar a autora e tentar comprar com ela!

    Amei a resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ahhh Elimar,que maldade,mais um livro que leio sua resenha e VOU TER QUE COMPRAR,adorei o mote da história,sua resenha é bem sincera quanto a narrativa e quando você a compara a Candace Camp me conquistou de vez!!!!

    Essa sua semana da literatura nacional está arrebentando!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Credo Elimar, que crueldade fazer uma resenha assim... Eu sou uma amante de romances. E pela sua resenha, esses é daqueles que nos "pega pelo pé". Olha só o que você me faz, agora vou ter que comprar. Adoreiiiiiii a resenha. E vamos ocmbinar que uma semana de nacional?!?!?!?! Arrasou amiga. bjoks
    Eykler

    ResponderExcluir
  6. Boa noite querida, vi seu blog no União das Blogueiras, gostei muito do seu cantinho, fique a vontade para conhecer o meu, e se te agradar, seguir também, ficarei muito feliz!

    Ana

    www.perfumesealgoamais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Elimar, agora quem se aborreceu fui eu...
    Como assim, este livro é tão bom quanto um romance da querida Candace Camp? E você demora para postar a resenha? Xatiei viu moça. Com certeza este entrou para a minha lista de desejados e espero conseguir comprar em breve. Bjus sua ruim... kkkkkkkkkkk
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que linda esta capa! Sem ler a resenha eu já queria o livro, depois da resenha então, nem se fala...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, estou gostando de conhecer livros novos.
    Adorei a sua resenha, deu pra captar a essencia do livro
    bjs

    ResponderExcluir
  10. òtima resenha Elimar, gostei muito e fiquei bem interessada em ter o livro..
    A capa é linda e enigmática!!
    ótima resenha ^^

    beijos mila

    ResponderExcluir
  11. Oi Eli!! Apenas pela sinopse, capa e sua resenha já posso garantir: Esse livro é meu número tb.
    Assim como vc adoro todos os elementos que vc citou e estou "precisada" de uma leitura assim.
    bjs

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords