[Resenha] O Livro do Amanhã: Cecelia Ahern! Por Patricia Gregorio!



O Livro do Amanhã
Autor:Cecelia Ahern
Titulo: O Livro do Amanhã
Editora: NOVO CONCEITO
Ano: 2013
Edição: 1
Número de páginas: 368
Gênero: FICÇÃO / ROMANCE
 
Sinopse:

Tamara Goodwin sempre teve tudo o que quis e nunca precisou pensar no amanhã. Contudo, de repente, seu mundo vira de cabeça para baixo e ela precisa trocar sua confortável vida da metrópole por uma cidadezinha do interior. Assim, Tamara logo se sente solitária e louca para voltar para casa.
Então, uma biblioteca itinerante chega ao vilarejo, trazendo junto um misterioso livro de couro trancado com uma fivela dourada e um cadeado. O que Tamara descobre ao longo de suas páginas a deixa surpresa. E tudo começa a mudar das maneiras mais inesperadas possíveis… Será possível mudar o amanhã?

Comentários:

Antes, quero me apresentar. Sempre gostei de escrever (tanto que sou jornalista) e alimentava o sonho de ter um blog ou coisa parecida. Mas, nunca cheguei a concretizá-lo por causa da minha timidez (sim, eu sou tímida. Tá! Sópra algumas coisas) e do verdadeiro pavor às críticas.

Uma coisa que aprendi depois que passei dos trinta é que quanto maior a sua idade menor a vergonha de se expor.Bem, no ano passado liguei pra Elimar e pedi pra escrever resenhas para o blog. Não seria frequente por causa da minha rotina maluca. Como é minha amiga desde os tempos da comunidade Adoro Romances, no falecido Orkut, ela cometeu o desatino de aceitar minha proposta. Aí, os velhos fantasmas e a falta de tempo se uniram. Finalmente, venci todos eles e a resenha está aqui. Espero que gostem.

Eu sou muito fã da Cecelia Ahern. Tudo começou quando vi “P.S: Eu te amo” e descobri que o filme foi inspirado em um livro dela. Não consegui comprar. O tempo passou e no ano passado a Editora NovoConceito relançou a história. Comprei correndo e, simplesmente, amei. Como de costume, é muito melhor que o filme (Apesar de o filme ser muito bom, mas bem diferente do livro). Logo depois li “A vez da minha vida”, outro livro maravilhoso. Por isso, a expectativa em torno de “O Livro do amanhã” era a maior possível. E foi muito melhor do que eu esperava. Cecelia repete o que ela faz de melhor: contar com leveza e humor histórias densas, que poderiam ser minhas ou suas. Nesse caso, com um pouco de fantasia também. Outra característica comum aos livros de Cecelia Ahern, o jeito debochado de suas protagonistas, também está presente. Tamara Goodwin ri dos outros e de si mesma, não se leva a sério. E isso é ótimo! Pelo menos, eu acho. Fica mais fácil levar a vida agindo dessa forma.

O livro é narrado em primeira pessoa, pela Tamara. Logo nas primeiras páginas ela nos pede que afastemos a descrença para ler a história. E, realmente, é necessário. Confesso que achei o começo um pouco arrastado. Mas, é só uma sensação. Afinal, estava doida pra chegar logo na parte em que o diário é encontrado. Conforme a narrativa avança essa “lentidão” do início faz todo sentido. Precisamos conhecer bem a garota pra entender tudo que acontece com ela e com os outros personagens.

À primeira vista, ela nada mais é que uma adolescente mimada. Chega a ser irritante (e ela mesma diz que não era uma pessoa boa). Aos poucos vamos percebendo o quanto ela amadurececom os acontecimentos após a morte repentina do pai. Com a perda da casa e do dinheiro, a menina acaba indo com a mãe para a casa dos tios que ela mal conhece. Arthur quase não fala e Rosaleen é um tanto excêntrica.

Em suas andanças pelos arredores da casa, uma antiga guarita de um castelo em ruínas, Tamara conhece irmã Ignatius. Por mais improvável que possa parecer,elas se tornam grandes amigas. As partes mais engraçadas são os encontros entre as duas e as inúmeras vezes em que Tamara debocha de Rosaleen. Já as tentativas de diálogo com a mãe e as recordações do pai estão entre as partes mais tirstes do livro. O sofrimento da menina ao se dar conta do tempo perdido com brigas inúteis e o arrependimento por ter dito coisas horríveis a ele são tocantes.

O diário, que dá título ao livro, chega à Tamara através de Marcus (ele dirige o ônibus-biblioteca e faz as vezes de bibliotecário). Pela descrição, ele é gatinho (Não sei vocês, mas sempre que se trata de um personagem irlandês me vem a mente o Colin Farrell. Se eu não tivesse visto o filme antes de ler PS:Eu te amo, ele seria o Gerry. Nada contra Gerard Butler, que é lindo também). O outro garoto da história é Weseley. Os dois (junto com irmã Ignatius)serão importantes para o desenrolar da história. Mas, não esperem um romance convencional para Tamara. Ela está mais preocupada com a mãe e os problemas da família. Eu achei sensacional! Adoro as mocinhas independentes.
É sensacional, também, quando Tamara percebe que as páginas do diário estão escritas com a sua letra e com data do dia seguinte. Ela se vê diante da oportunidade desejada por todos de poder mudar o futuro. Ela tenta. Se vai conseguir, não serei eu a contar. Não costumo ser “estraga-prazeres”.

Aliás, não é possível imaginar o rumo que a história vai seguir até que o final se aproxime. É claro que percebe-se alguma coisa estranha e muito misteriosa envolvendo aquela família. Mas, nada prepara o leitor para o que realmente acontece. Pensei em mil hipóteses. Não cheguei nem perto. Em determinada parte, não consegui desgrudar do livro até terminar. Perdi algumas noites de sono.

No mais, “O livro do amanhã” fala de arrependimento e amadurecimento diante das dificuldades da vida. O grande mérito de Cecelia Ahern é fazer com que no fim da história acreditemos que tudo que foi narrado pode, sim, ter acontecido. Bem que a Tamara avisou.
P.S.: Com a leitura de “O Livro do amanhã”, descobri os outros títulos da Cecelia Ahern publicados no Brasil e comprei todos em sebos (Eu disse que sou fã). São eles: “Onde terminam os arco-íris (que já li e, se a Elimar deixar, conto pra vocês), “Aqui é o melhor lugar”, “Se você me visse agora” e “Suas lembranças são minhas”.


Patrícia Gregorio é jornalista. Ama ler. Romance, história e futebol são os temas preferidos. Adquiriu o hábito da leitura com os gibis da turma da Mônica. Ela já publicou um livro. Foi a organizadora de “Meu Jogo Inesquecível – Jogos imortalizados por vascaínos apaixonados”, pela Editora Leitura.
 

14 comentários:

  1. Oi, Patrícia, bem vinda a esse blog lindo. Meu blog é parceiro do Alquimia. Gostei de sua resenha, não posso dizer que sou fã incondicional da Cecelia,mas está semana tirei para falar dela lá no blog. Estou terminando de ler "Se você me visse agora" que parece que vai virar filme com o Hugh Jackman no papel do Ivan, enfim. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Verônica! Se você me visse agora será o próximo da fila. Mesmo que o filme seja ruim, o Hugh Jackman vai deixá-lo ótimo!
      Qual é o endereço do seu blog?
      Beijos

      Excluir
  2. Parabéns pela resenha! Estou ansiosa para ler O Livro do Amanhã! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vanessa! Leia, sim. Aposto que vai gostar.
      Beijos

      Excluir
  3. Eii Patrícia! Bem vinda! Espero ver muitas resenhas suas por aqui! E eu nunca li nada da Cecelia, não sei se esse livro faz meu estilo, mas não custa tentar. Adorei a resenha!

    Bjuux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei feliz por você ter gostado, Lucy. A ideia é escrever mais, mesmo. Vamos ver. Depois, me diz se gostou do livro.
      Beijos

      Excluir
  4. awn fiquei feliz com a resenha
    pelo visto vou adorar o livro.

    ResponderExcluir
  5. tbm sou fã da Cecelia ahern, os livros dela são ótimos.
    amei a resenha, e irei ler esse livro!!

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São mesmo, né, Michelle? Se você já gosta dela, vai adorar o livro.
      Beijos

      Excluir
  6. Achei a capa desse livro bem bonita e a trama parece ser bem legal, ainda mais sendo da Cecelia Ahern.
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Renata! O livro é ótimo! Você vai ver.
      Beijos

      Excluir
  7. Parabéns pela resenha. Não gosto desse tipo de tema, mas o jeito com que descreveu a trama deu até vontade de ler. Continue escrevendo. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Braiou! Parece até clichê, mas sua opinião é muito importante. Beijos

      Excluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords