[Resenha] As Regras da Sedução: Madeline Hunter!


As Regras da Sedução
Madeline Hunter
Editora Arqueiro
Número de páginas: 272
1ª Edição
Rothwell Brothers #01

Sinopse:

Hayden chega sem aviso e sem ser convidado – um estranho com motivações secretas e um forte carisma. Em poucas horas, Alexia Welbourne vê a sua vida mudar irremediavelmente. A relação entre ambos é tensa, agitada e incômoda  Para Alexia, Hayden é o culpado da sua desventura: sem dote, ela perdeu qualquer esperança de algum dia se casar. Mas tudo muda quando Hayden lhe rouba a inocência num ato impulsivo de paixão. As regras da sociedade obrigam-na a casar com o homem que arruinou a sua família. O que ela desconhece é que o seu autoritário e sensual marido é movido por uma intenção oculta e carrega consigo uma pesada dívida de honra. Para a poder pagar, ele arriscará tudo... exceto a mulher, que começa a jogar segundo as suas próprias regras.

Comentários: 

O que é que eu posso dizer desse livro que expresse de fato o que ele significa para nós, leitoras de romances de época? Maravilhoso, Sensacional, Esplêndido... Melhor não, pode soar meio exagerado... Vamos lá: "Leitura fácil, fluída e agradável... Aí não! Até parece que eu estava lendo bula de remédio... Sai fora! Vamos lá Elimar... Você consegue... Você têm curso superior sua Anta... Você consegue escrever uma resenha decente. Vamos... Diz  que você achou desse livro...". O desespero começa a bater... Perdi minha capacidade de escrever. As palavras me faltam. Olho o dicionário. Nenhuma palavra se encaixa... Que drama... "Eu já fiz isso centenas de vezes. Porque está sendo tão difícil dessa vez?".   Pois é... Ficar esperando uma publicação do gênero no Brasil faz isso com a gente. Ficamos sem rumo e perdemos até momentaneamente a capacidade de escrever. Exagero? Para mim não. São mais de oito anos de espera, mas a Arqueiro nos recompensou com esse romance de época de primeira categoria. Madeline Hunter é mais econômica do quesito humor. O que vemos aqui são pequenas nuances bem humoradas por parte de personagens secundários, que te arrancará um sorriso, mas não uma gargalhada. Essa é primeira trama da autora publicada no Brasil, e ainda poderemos contar com pelo menos mais três, que inicialmente compõe essa série. Aqui conhecemos Alexia Welbourne e Hayden Rothwell, um casal formado ao acaso, que juntos devem decidir quais "regras de sedução" valem para o relacionamento de ambos. Alexia me cativou desde o início do livro, e minha admiração por ela cresce ao longo da trama. De menina órfã e desvalida, ela se torna uma dama rica graças a um ato de paixão não previsto, criando entre ela e seu futuro marido um acordo matrimonial incomum, onde ambos decidem antecipadamente o que esperar um do outro nesse casamento bizarro. Hayden é o tipo de mocinho altruísta que adoro encontrar. Ele carrega uma pesada dívida de honra para com um amigo, primo de Alexia, por quem ela foi apaixonada. A morte desse amigo deixa Hayden devastado, mas ele mantém a dívida consigo, mantendo-a mesmo diante do julgamento da sociedade, que não imagina que suas atitudes para com a família do amigo morto, são na verdade uma tentativa de manter o bom nome de seu amigo. Tudo muito vago, eu sei, mas ao ler vocês vão entender. Hayden fora criado por um pai rigoroso demais, que mantinha os filhos em rédeas curtas, sempre ressaltando os males do sentimentalismo. Sua mãe fora uma boa mulher, uma escritora, que morreu amando outro homem, e sofreu nas mãos do marido, que a fazia pagar por não ser amado por ela. Diante disso, é de se esperar que Hayden não consiga aceitar de cara seus sentimentos por sua "esposa cortesã", apelido dado pela própria Alexia, que sugere as leitoras o tamanho da atmosfera sensual no qual a relação dos dois vai sendo construída. Porém o amor fica de fora dessa barganha. Alexia não espera isso do marido; Hayden sabe que Alexia guarda esse sentimento pelo primo falecido. Então, porque esse peso no coração que ambos sentem quando estão afastados? Porque essa alegria quase infantil quando eles veem um sorriso nos lábios um do outro? A constatação de Hayden quando admite para si mesmo que ama Alexia é de deixar o coração apertado:

"Mas eu me apaixonei por você. Eu a desejei de imediato, fiz amor com você e depois ME APAIXONEI". p. 234.

É claro que isso não é dito em voz alta. Ele pensa ao ouvir a esposa falando de um assunto que a incomoda. Hayden é um homem machucado pela vida e por acontecimentos que não pode evitar. Ele carrega o peso do mundo em suas costas, e não se permite dividir esse peso com ninguém, nem mesmo com os irmãos, que o conhecem tão bem. A única pessoa que consegue penetrar nesse muro tão bem construído por ele é Alexia, com sua sensatez e polidez imaculada. Ao aceitar se casar com Hayden, Alexia não imaginava ser arrebatada novamente pelo amor. Não um amor imaturo e sonhador, mas algo sólido e consistente, muito maior e mais interessante do que o sentimento nutrido durante o tempo que passou com o primo. A surpresa que sente ao descobrir o sentimento de seu marido é tamanha, que a deixa pela primeira vez sem palavras:

(...) "- Estava admirando como você é bonita e percebendo como seus mínimos movimentos são graciosos.
Ela sorri de um jeito desconfiado e despenteou o cabelo dele. O gesto pôs de lado o que ele tinha dito.
-Você não acredita em mim.
- Sei que não sou bonita. Mas é muito gentil por me fazer elogios.
- Você é muito bonita. Fico agitado só de olhar para você. Sua beleza me venceu desde o início, querida. Fiquei rendido. Não é só o prazer que me motiva. Eu me apaixonei por você. p. 252.

A descoberta de alguns segredos envolvendo a primo de Alexia, a relação estremecida entre ela e o que sobrou de sua família, a maneira com que Hayden sacrifica sua própria honra para manter a do amigo intacta, fazem desse livro um dos meus favoritos, sem sobra de dúvida. Assim que você ler, vai entender porque! 


Ficou curioso (a) com a resenha? Quer tentar a sorte? A página Madeline Hunter Brasil da Patrícia Rodrigues (Paros28) está sorteando um exemplar para você...


Clique aqui e veja como você pode levar o exemplar desse livro para casa... Participe e compartilhe essa dica para com as amigas! 

Beijos!

Elimar


10 comentários:

  1. Que resenha sensacional. Adoro resenhas passionais; elas retratam exatamente o que o livro causou ao ser lido. Eu sinto que ja demorei demais para correr na livraria e comprar os meus. Cada resenha que leio desses históricos da Arqueiro, fica uma mais maravilhosa que a a outra. bjus
    Eykler

    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Com tantas escritoras de Romances Históricos por aí, a gente consegue identificar as sutilezas de cada uma. Umas são mais cômicas, outras, históricas, outras, românticas.
    Eu sei q muitas pessoas acham q qm leu um Histórico leu todos, mas não é assim.
    E Madeline Hunter tem um jeito único de transmitir suas histórias.

    Amadooooro!!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, Eli... imagino que ficarei sem fala e sem palavras diante desses livros maravilhosos!
    Que venham mais presentes como esses, não é?


    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!! O amor de Alexia e Hayden é lindo! Eu amei o livro! Concordo com tudo que você falou! Estou ansiosa pela continuação da série!

    ResponderExcluir
  5. Ahh Elimar e você ainda diz que palavras lhe faltam??? Depois de uma resenha arrebatadora dessas???

    Estou lendo esse livro e já estou encantada,depois de ler sua resenha só desejo devorá-lo hoje mesmo...

    casal lindo esses dois....


    Arrebentou amiga!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. O livro em uma palavra: Apaixonante!
    Só tenho que parabenizar a editora por trazer essa obra deliciosa para nós. Espero que a continuação da série seja publicada em breve, para não nos deixar ansiosas...
    Bjkas!
    Monique Martins
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  7. Estou começando a achar que eu pedi o livro errado para Isa :(
    A cada resenha que leio deste livro eu fico mais maravilhada.. São todas ótimas e cheias de elogios ^^

    beijos Mila

    ResponderExcluir
  8. Resenha maravilinda amiga!!! Consegue transmitir todo o encanto que sentimos ao ler este livro. Adorei a maneira como você contou um pouco da história deixando a todos que ainda não leram ansiosos por conferir.
    Só mesmo uma editora de visão para nos brindar com este presente...
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Arrasou na resenha hein. Sim este romance são arrebatadores, não vejo a hora de chegarem mais e sei que a editora Arqueiro não vai nos decepcionar. Valeu, Eli.

    ResponderExcluir
  10. Pelo que li da sinope, me agradei muito pela historia.
    E agora depois de sua resenha, ai é que fiqui curiosa
    de como vai terminar. Adorei
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords