[Resenha] Desejo à Meia-Noite: Lisa Kleypas!


Desejo à Meia-Noite
Lisa Kleypas
Editora Arqueiro
Número de Páginas: 272
1ª Edição
The Hathaways #1

Sinopse:

Amelia Hathaway é a mais velha de quatro irmãs e tem apenas um irmão, que sempre a deixa louca da vida. Eles vivem uma vida pacata e pobre, até que um dia ganham uma herança inesperada. Amélia tenta conter seus irmãos, felizes da vida e incontroláveis porque acabaram de ficar ricos, mas ela quer corresponder as expectativas da sociedade. Até que o misterioso, rico e meio cigano, Cam Rohan aparece. 

Comentários:

#DivaLisa... Eu não podia começar essa resenha de outra maneira! Eu até poderia, mas como sei que outras resenhistas mais talentosas o farão em breve, essa daqui vai sair uma mixórdia... É que são tantas as coisas a se falar, tanta empolgação e paixão pelo livro da minha parte, que muito provavelmente eu vou me perder no meio do caminho e transformar tudo numa salada estranha, sem tomate porque o fruto ainda está caro, só para constar. O trabalho de Lisa Kleypas não é desconhecido para mim. Eu já tinha tido a oportunidade de ler um livro seu e sai completamente arrebatada. Com "Desejo à Meia-noite" minha impressão não mudou. Quer dizer, escrevo a resenha em sofrimento, visto que somente em junho ou julho teremos a continuação dessa série, então, resta-me reler ou esperar. O fio condutor da série "Os Hathaways" é a relação que essa família constrói para continuar levando suas vidas adiante, mesmo com tantas dificuldades que o destino lhes impôs: a perda dos pais, a doença que deixou uma das irmãs frágil e debilitada, o irmão perdulário e bêbado, a irmã cleptomaníaca... Mesmo diante de uma lista de 'defeitos' tão assustadora, eles são totalmente adoráveis e queridos, e nos fazem quer estar ali, junto a eles, vivendo cada pequena aventura e momento de descontração, buscando soluções para os problemas mais graves, como tentando colocar um pouco de juízo na cabeça da protagonista desse primeiro livro, a amada Amelia Hathaway! Mesmo não sendo a mais velha, Amelia carrega o peso do mundo em seus ombros, e tenta a todo custo manter a sua família unida após a morte prematura dos pais.  Essa tomada de responsabilidade a deixou com pouco tempo para sonhar e se divertir, o que a torna uma pessoa pouco imaginativa, segundo suas próprias palavras:

(...) "O restante da minha família vive mergulhado na imaginação, mas eu sou aquela que se prende à realidade de forma desesperada". (p. 50)

Leo, seu irmão mais velho é o tal bêbado perdulário citado acima, e consegue se meter nos lugares mais impróprios a procura de seus prazeres momentâneos. Foi em um desses momento, onde Amelia e Merripen (um 'cigano' que vive com os Hathaways) saem a procura dele, é nesse momento que nossa heroína conhece Cam Rohan, um rom(cigano), que trabalha numa famosa casa de jogatina em Londres. Moreno, jovem, forte e sedutor, Cam teve que deixar sua tribo após sua avó dizer que ele corria grave perigo se continuasse ali. Aquele parecia ser o único encontro de Cam e Amélia, mas o destino reservava para ambos muito mais. Ao sofrer uma desilusão amorosa, Amélia afirma categoricamente que nunca vai se casar, o que acaba nos reservando momentos muito divertidos com Cam. Na verdade, o real motivo de Amélia é outro:

(...) "eu detestaria me submeter às ordens de um marido". (p. 63)

Mas Cam não deixa barato, ao afirmar que compartilhava dos mesmos sentimentos de Amelia, mas deixando a famosa "pulga atrás da orelha" de sua monisha:

"-Costumava sentir o mesmo. Mas devo lhe avisar Srta. Hathaway... a vida em um jeito de estragar nossos planos. Falo por experiência própria". (p. 63)

A relação de Cam e Amelia evolui ao longo do tempo em que eles vão convivendo, gerando dúvidas em ambas as partes. Devo dizer que as razões de Cam e Amélia me convenceram. Ele, por ansiar ter de volta a liberdade que lhe havia sido tirada quando ainda era apenas um menino, e ela, por temer deixar a família para trás, família essa com tantos problemas a serem resolvidos. O que muito me encantou em Cam foi a sua personalidade sedutora para com Amelia. Ao se dar conta do que realmente queria, ele a cerca com uma aura de sedução e luxúria que fica impossível não se render aos seus encantos.
"-Srta Hathaway (...) - Eu a deixo nervosa? (...) - Não - disse imediatamente. - Claro que... sim. Você me deixa nervosa." (p.76)

O nervosismo de Amelia tem total fundamento: Cam está decidido a tê-la para si, nem que para isso precise sequestrá-la a meia-noite e torná-la sua esposa, aos moldes dos roms (Se ligou no porque do título do livro agora?). É claro que ele tentou impedir que isso acontecesse. E como tentou o coitado...

"- Beija-flor [amo esse apelido] - sussurrou. - Melhor você ir agora. Se não for, vou acabar comprometendo-a de uma forma que nunca imaginou que fosse possível".(p. 83)

Cam passa toda a trama conhecendo as "peculiaridades" dos Hathaways e nem isso o faz fugir, o que para mim já o torna um herói. Os protagonistas dos livros seguinte já nos são apresentados nesse livro: Win, a irmã adoentada, e Merripen, o cigano "agregado" aos Hathaways! Posso estar enganada, mas acho que o segundo livro tendem a me conquistar mais que o primeiro. Vamos ver. 

Para não perder a oportunidade, que tal participar de um sorteio onde você pode levar esse livro para casa? A amiga e blogueira Patrícia Rodrigues criou uma página para podermos curtir e saber das novidades dessa escritora maravilhosa! E chamou as amigas fãs dos Romances de Época para participar. E cá estou eu, tietando e divulgando essa diva! 


Clique aqui e participe da promoção que lhe dará a chance de concorrer a esse livro que vai abalar as suas estruturas! Vai por mim...

Próxima resenha de época: As Regras da Sedução, Madeline Hunter! Já posso adiantar que é lindo... Aguardem!




Beijos!

Elimar

P.S.: Se liga na versão Cam Rohan sugerida pela Paros 28 (Patrícia Rodrigues). Eu assino embaixo... hehehe


"Muito prazer... Cam Rowan a seu dispor!"

17 comentários:

  1. Aiiiiii, esse livro parece ser mara!!!! E eu tentando fugir de séries, mas elas teimam em me encontrar, rs.... E essa Cam da foto aí, que loucura, hein?! Eu queroooo!!!!!

    Show de resenha! Vou aguardar a próxima, hehe!!!

    Bjs!!!

    =)

    ResponderExcluir
  2. Ui!!! Resenha de fazer sonhar. E ainda com esse colírio no final.... O negócio é sonhar com um cigano TDB.

    ResponderExcluir
  3. Posso dizer que prefiro mil vezes o Cam escolhido pela Patricia do que outros que tenho visto por aí, kkk
    Amei esse livro e a série toda é ótima. Vc tem razão, Merripen vai te arrebatar.

    ResponderExcluir
  4. A Eli , eu não citei isso em minha resenha,ms vedadeiramente "beija-flor" nos remete ao outro TDB, enfim kkkkkkkk.... Esse livro é maravilhoso,adorei os diálogos entre Amelia e Cam, cheios de humos e muita tensão sexual. Os peesonagens são muito interessante, gostei mesmo. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi ELimar, vou te falar qu eo tomate nem fez falta, viu?!?!?! rsrsrs. Amiga que espetáculo de resenha. Não vejo outra saída, a não ser adaquiri esses romances. Acabei de ler uma resenha da Lia, no Doces Letras, que me faz querer sair correndo e comprar o meu. agora a sua... Assim Arqueiro nos mata, porque a flecha ja acertou em cheio. Bjoks
    Eykler

    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa estou me sentindo como você disse no início da resenha,arrebatada,emocionada e sei que a minha resenha não vai chegar aos pés da sua e das outras especialista,porque são muitos sentimentos transbordado depois de conhecer essa família e esse cigano,e eu não estava preparada,pois não tinha lido na Lisa,e agora estou como você,desesperada para junho chegar..

    Ahhh adorei sua resenha viu... pode se colocar,ou melhor,já era para estar na lista das especialistas a muitooooo tempo...

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Elimar adorei a resenha! A minha sai essa semana, já está programada no blog. Eu concordo com vc, Lisa é diva!!! Eu adorei o livro e estou ansiosa pelos demais da série. A versão de Cam da Patthy está aprovada! E eu tb adoro o apelido de Beija-Flor. Me lembra o Travis! hehehehe

    ResponderExcluir
  8. Você que me enlouquecer, é? kkkk
    Quero muitoo ler este livro.
    A cada resenha, me apaixonooo hauhauah
    adoreiii os quotes tb ^^
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Elimar,
    Que resenha maravilhosa *-*, estou torcendo para o meu livro chegar logo, quero muito ler esse livro!
    Parabéns pela ótima resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  10. Boa noite!!!

    Conheci seu blog através do Beleza e estilo Make up.
    Adorei o espaço. ;)

    Sucesso!!!


    Blog: http://lucyemascarenhas13.blogspot.com.br/
    Grupo: https://www.facebook.com/groups/umamordeblog/

    ResponderExcluir
  11. Estou amando! Amandooooo!
    Cam Rohan... que espetáculo que ele é!

    Mas, para mim... ele é a cara do ator Eduardo Verastequi...

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Uii já gostei do livro quanto vc falou de personagem sedutor e ainda com esse nome Cam.. Eu me apaixonei por esse nome lendo o livro Fallen..
    Eu tenho este livro, mais ainda não li.. daqui uns dias espero ler..
    Adorei a resenha ^^

    beijos mila

    ResponderExcluir
  13. A meu dispor? Pode mandar entregar aqui em casa então! kkkk
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Resenha maravilhosa amiga... Eu estou lendo este livro e estou gostando muito. Eu ainda não tinha lido nada desta autora e esta sendo uma surpresa muito boa. Para uma romântica como eu, Cam é o CARA!
    Adorei a escolha da Paros, para o Cam, mas andei pesquisando a escolha da Bia Carvalho e gostei também... kkkk
    Mais uma vez, parabéns por sua resenha. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. CHESUS! Murrida aqui!
    Meus livros estão a caminho e vou na maior cara de pau, tomar "emprestado" o seu Cam para figurar na minha imaginação.

    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Poxa Elimar, você deveria ter colocado o que a Gabi sugeriu, meu maior medo agora no segundo livro da Lisa é o que a Gabi vai escolher para o Kev kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Adorei a resenha amiga, e acho que o segundo livro será melhor ainda...

    E a página é nossa!!!!!

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha Elimar, deu vontade de ler o livro novamente.
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords