[Semana de Resenhas] Jane Austen, a Vampira: Michael Thomas Ford!

E aí meu povo? Estamos iniciando mais uma semana de resenhas dedicadas a uma editora que amamos muito! Bem, dessa vez são três editoras pertencentes ao mesmo grupo Editorial, porque assim facilita a nossa vida de blogueira né? Então, durante toda essa semana, o Alquimia dos Romances, mais alguns blogs amigos, estaremos postando resenhas das editoras Leya, Lua de Papel e Quinta Essência! Como originalmente eu havia pensando só na Editora Lua de Papel, as cinco resenhas dessa semana serão só dessa editora tá? Nos blogs amigos é vem provável que tenhamos um MIX bem bacana das três... 


Sinopse - A Vampira - Michael Thomas Ford


Segundo este livro, a autora de "Orgulho e Preconceito" e outros clássicos do século XVIII não morreu, mas vive hoje numa cidadezinha no interior do estado de Nova York. Dona de uma livraria, vive frustrada por não receber os direitos autorais e ter o reconhecimento de suas obras de sucesso. Em "Jane Austen - A Vampira", ela mudou o sobrenome para Fairfax e sobrevive há 233 anos, porque foi mordida por um vampiro, quando se tornou imortal. Entre romances com o Lord Byron, que também é um vampiro, e tentativas frustradas de publicar um novo livro, Jane Austen, ou melhor, dizendo, Jane Fairfax, envolve o leitor em uma divertida viagem ao universo literário, com personagens de outras histórias, de maneira inteligente e divertida! Título original: "Jane Bites Back".

Comentários:

Se eu vou colocar na ponta do lápis tudo que comprei e ainda não li da Bienal de 2011 você não vão acreditar. Foi muita coisa gente... Entre essas "coisas", estava o livro "Jane Austen, a Vampira". Comprei meio desacreditada, porque quando o assunto é "Jane Austen", fixo meio ressabiada. Não que eu seja daquela tipo de leitora "purista", que não aceite obras adaptadas ou inspiradas em outras. Mas no caso de Austen, costumo ficar com o pé atrás. Tenho medo que desrespeitem a magnitude do que ela representa para as leitoras e até para pessoas que ainda não conhecem o seu trabalho. Só posso dizer que Michael Thomas Ford conseguiu não só homenagear Austen, como também proporcionou momento divertidíssimos para mim, fã não somente do trabalho dela, como também de Charlotte Brontë e o enigmático Lorde Byron. Ford constrói uma trama super divertida, onde Austen não teria morrido, e sim se tornado uma vampira, e viveria tranquilamente como dona de uma livraria, numa cidade pequena. Louca para publicar um livro novo, mas vivendo a sombra de inúmeras publicações oportunistas que levam o seu nome, e não podendo fazer absolutamente nada para mudar isso (sua obra está sob domínio público). Acontece que alguém "descobre" a nova obra Jane, e ela que até então estava em completo anonimato, terá que lidar com os holofotes da mídia, e também com o reaparecimento de Lorde Byron, seu ex-amante, que está disposto a tê-la de volta. Sem esquecer de mencionar uma Charlotte Brontë enlouquecida, que vai te fazer dar boas risadas.  O grande barato do autor é trazer esses autores clássicos aos nossos dias, tendo que se acostumar com as novas regras de convivência, e achando tudo muito louco. A propósito, é tudo que esse livro é: Louco! E também engraçado! Para mim, era exatamente essa a impressão que o autor queria que nós tivéssemos ao ler o seu livro. Para as mais afoitas por um "mocinho galante", Lorde Byron consegue cumprir bem esse papel, se tornando para mim no melhor personagem do livro. Seu jeito cafajeste conquista qualquer uma, inclusive Jane Austen (agora Fairfaix). Momentos super descontraídos e divertidos, onde um grupo seleto de escritores clássicos, ressurge graças a moda do vampirismo (que para mim, ficou em segundo plano). Leia e divirta-se também! 


Beijos!

Elimar

7 comentários:

  1. Esse livro ainda não encheu meus olhos...
    Tudo bem que gosto de Jane Austen, mas acho que não vai rolar...
    Bem, quem sabe um dia?

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. oi, Eli, além de adorar a resenha também gostei muito da abordagem. Outro dia passei lá pela Livraria Edital e está exposto Pequenas Mulheres Vampiras, que estou inclinada a comprar adaptado do clássico Mulherzinhas. Muitas pessoas criticaram essa nova roupagem, mas creio que tudo é válido. Valeu mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Sério que é bom, Elimar? Eu fiquei super com o pé atrás. Primeiro que mexer com a Jane Austen, uma fã já sobe logo nas tamancas! hahahaha E 2° que, com a quantidade de livro de vampiro que você quer cortar os pulsos com faquina de rocambole depois de ler, imaginei logo uma desgraça. Mas se eu achar baratinho por aí, posso dar uma chance agora!

    Bjuux

    ResponderExcluir
  4. Oi Elimar, eu também comprei este livro na Bienal, e por acaso você estava comigo no dia da compra... kkkkkkk
    Eu já li e gostei do livro, como você mesmo mencionou, a intenção deste livro é divertir e nos fazer passar horas agradáveis, em nenhum momento denegrindo ou diminuindo a autora. Inclusive tem resenha dele lá no blog. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nunca li Jane Austen e nem sei se irei ler, gostei da resenha..
    Eu gostei da capa e só o nome Vampira me deu um gaz para ler, adoro livros agradáveis..
    Vou add na lista!!

    beijos mila

    ResponderExcluir
  6. Tenho muita vontade de ler Jane Austen
    mas sempre vou deixando pra segundo
    plano. Amei sua resenha.
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amoooo Jane Austen de paixão, e é claro que esse livro me chamou a atenção. Eu li e me diverti.

    http://www.lostgirlygirl.com


    bjos

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords