[Resenha] Como viver eternamente: Sally Nicholls!

Sinopse - Como viver eternamente - Sally Nicholls


Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos. 

Comentários:


"Lista nº 1 - Cinco fatos a meu respeito:
1. Meu nome é Sam.
2. Tenho onze anos.
3. Coleciono histórias e fatos fantásticos.
4. Tenho leucemia.
5. Quando você estiver lendo isso, provavelmente estarei morto".


Demorei a terminar de ler esse livro... Logo de cara somos confrontados com essa lista absurdamente corajosa, que de certa maneira, conduz a leitura até a última página. Sam compreende bem a sua situação. A morte é sua companheira constante, e ele está decidido a viver a sua vida de maneira plena, apesar e só ter 11 anos e saber que sua existência será muito curta. Apesar da premissa extremamente melancólica do livro, a narrativa não é triste. é realista e tocante. A doença de Sam não se torna o centro de sua vida, mas o de sua família. A tarefa do menino, mesmo sem perceber, é tornar sua curta existência o mais prazerosa possível, tanto para ele quando para os que vão ficar. Não podendo frequentar a escola como as outras crianças, Sam tem aulas particulares juntamente com seu único amigo, Félix, um menino de 13 anos que também está doente. Incentivado pela professora, Sam começa a escrever, e essa foi a grande sacada de Sally Nicholls. Os capítulos são curtos, e em algum momento da narrativa, você acredita realmente que Sam é um menino real, que sonha, ri, se aventura, e que está mesmo morrendo. Chorar é algo que já se espera quando iniciamos a leitura do livro, mas o que mais conseguiu me surpreender foram as risadas que Sam e Félix conseguiram arrancar de mim. Mesmo preso a uma cadeira de rodas em virtude do câncer, Fêlix consegue ter uma gana pela via que deixaria muita gente com vergonha, por ele expressar isso de maneira tão contundente. De certa forma, ele é uma grande inspiração para Sam, que é um menino mais calado, que cultiva seus sonhos de maneira mais introspectiva. Juntos os dois colocarão em prática aquilo que não poderão fazer na vida adulta. Tudo através de listas muito simples, mas que dão uma cor toda especial a narrativa de Sally Nicholls!

Não é um livro para qualquer pessoa. Digo isso porque é o tipo de livro que eu toda a sua simplicidade, consegue deixar uma marca tão profunda em você, que levará alguns dias para você conseguir pegar outro livro. A grande lição que ele deixa é exatamente saber viver com plenitude nossa vida, tornando-a uma passagem emocionante, tanto para nós, quando para aqueles que fazem parte dela. Altamente recomendado. 


Elimar

9 comentários:

  1. Esse é mais um livro do famoso subgênero sick-lit, até aqui só li A culpa das estrelas, pois é tento evitar. Gostei da resenha Eli e talvez lê-se.

    ResponderExcluir
  2. eu gosto muito de livros que causam impacto na minha vida,as vezes precisamos ser sacudidos de alguma forma e porque não pela literatura??

    Esse livro parece ser um deles,vou passar ele na frente de outros livros na minha lista,gostei muito da resenha e acho que vou gostar do livro também.

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou com este livro aqui. Por duas vezes parei de ler, mas já retomei e pretendo acabar em breve... Acho que estou num momento meio frágil pra este tipo de leitura, mas pretendo com certeza terminar. A autora escreve muito bem, este é o segundo livro dela que leio. Espero que o impacto dele sobre mim, seja tão fervoroso, quanto foi para você. Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi Elimar
    Esse livro parece ser muito emocionante mesmo e sua resenha ficou ótima!
    No momento estou na fase dos romances da arqueiro *-*
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia, fiquei com o coração na mão só de ler a lista, adoraria ler este livro, e eu adorei a capa americana..

    beijos Mila

    ResponderExcluir
  6. Olá, não conheço este livro.
    Não sei se leria, mas gostei de ler
    sua resenha e conhecer mais sobre esta
    obra,
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Ainda não conhecia o livro.
    Ele parece ser bom, pelo que percebi através da sua resenha, mas ainda não sei se leria. rs

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Gostei da resenha, me deu vontade de ler, me parece ser uma ótima autora.

    Bjus.

    José Agenor
    http://blogagenor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie<
    Acho que eu ia inundar a casa de tanto chorar, não consigo, passo mal lendo estes livros e de animais tb kkkkk
    To com o lançamento do gato aqui e nem sei se vou ler. rsrsrsr
    Bjos

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords