[Resenha] O Duque e eu: Julia Quinn!


O Duque e eu
Julia Quinn
Editora Arqueiro
Número de páginas:
1ª Edição
Familia Bridgerton #01

Sinopse: 

Pode haver um desafio maior do que um duque solteiro? Simon Basset, recém-nomeado duque de Hastings, está prestes a pedir a mão de Daphne Bridgerton em casamento. Daphne é irmã de seu melhor amigo e quase uma solteirona, mas somente eles dois conhecem a verdade... Tudo não passa de um plano, com dois intuitos: proteger o charmoso duque dos avanços das moças solteiras e aumentar as chances de Daphne de conseguir um bom partido, depois de ter sido cortejada por um duque. No entanto, enquanto Daphne valsa pelo salão de baile nos braços de Simon, fica difícil se lembrar de que aquele romance é apenas uma encenação. Daphne não tem certeza se é o sorriso sedutor de Simon, ou se é o jeito como ele olha para ela, mas a verdade é que ela está se apaixonando... de verdade! E agora, ela precisa fazer o impossível para convencer o atraente duque de que o plano que ambos tão bem arquitetaram merece uma ligeira alteração, e que talvez os dois descubram que pode ser bem melhor e eficaz se a farsa se transformar em realidade...

Comentários:

Eu comecei a escrever essa resenha pelo menos umas três vezes. Isso porque os assuntos que eu queria abordar eram tantos, que eu acho que acabaria por deixar alguma nuance de fora, e o livro, que era o mais importante, poderia não ter a devida atenção. Então, desse dilema literário, acabei escrevendo uma crônica, que em breve será postada aqui no blog. Mas agora, vamos falar de coisa boa, que é essa preciosidade chamada "O Duque e eu". Antes de falar da edição da Editora Arqueiro, tenho confessar que já tinha lido esse livro. A editora Nova Cultural, que publicava os romances históricos no Brasil já havia nos dado essa dádiva, como uma edição mais barata. Mas tenho que fazer OUTRA confissão: não foi essa versão que li. Foi de um e-book clandestino. Pois é... Confessar isso numa resenha aqui no blog foi algo que pensei muito, muito mesmo. Desde 2005 que conheço o trabalho de Julia Quinn. As meninas que conhecem a Comunidade Adoro Romances, do agora obsoleto Orkut, sabem que nossos pedidos para as editoras começaram lá atrás. Se não fosse a comunidade, talvez hoje eu nem tivesse o blog. Talvez, nem tivesse voltado a ler romances, e talvez, só talvez, não tivesse tido a oportunidade de conhecer tantas meninas bacanas que viriam a se tornar minhas amigas. Pois é... Olha Elimar caindo em outro assunto novamente. Vamos a resenha, porque se não, começo a falar da minha infância... rs

Julia Quinn é diva. Disso eu já sabia, portanto, sua maestria não foi novidade para mim. Compará-la a Jane Austen é sim um grande elogio, mas devo dizer que ambas tratam o gênero de maneira distinta, e não é toda leitora que consegue "destrinchar" um livro de Austen. Muitas a consideram densa demais, e acabam desistindo depois de algumas páginas lidas. Julia consegue algo diverso: cada livro lido é mais uma leitora conquistada. Ela contextualiza o período com perfeição, sem deixá-lo enfadonho aos nossos olhos, nos fazendo querer "ver" todos os detalhes que ela expõe. Os sentimentos são muito bem trabalhados, e pode-se notar cada nuance de seus personagens. Desde a fragilidade secreta de Simon, como a força evidente de Daphne. Ambos são personagens cativantes, que te levam a torcer, rir e se emocionar, a cada página lida. Impossível não se sentir próxima do menino órfão de mãe, que sempre sentiu rejeitado por aquele que deveria lhe amar acima de todos: Seu pai! A relação entre ambos é inexistente, e quando a chance de aproximação ocorreu, Simon se afasta do pai, voltando apenas depois de sua morte. Daphne, apesar de forte, tenta esconder os anseios de seu coração, já que por ser um "tipo comum", só atrai para sim a atenção dos pretendentes mais velhos e inseguros. 

Nosso herói não pensa em casamento. Ao contrário: foge dele com um desespero típico de comédias novelescas, e tem como "parceiro" o irmão mais velho de Daphne, Anthony, o protagonista do próximo livro ("O Visconde que me amava"). A trama em que Simon enreda Daphne renderá excelentes momentos, que nos deixará totalmente envolvidos. Dois personagens teimosos, apaixonados um pelo outro, mas que não conseguem ficar juntos, arrumando inúmeras desculpas para tentar justificar o que sentem. A propósito, percebemos que todos os Bridgertons tem um certo problema ao seu comunicar (só lendo a série para entender... rs), mas até que isso é bom, porque se não, ficaríamos a ver navios... As estórias não seriam as mesmas sem esse "defeito". 


Destaque para a personagem mais "falada" de toda a trama, a famosa Lady Whistledown, a colunista mais conhecida dos romances de Julia Quinn. Acho que pouca gente desconfia dona da coluna mais criticada e badalada da temporada, mas devo dizer que consegui me surpreender quando descobri quem era... Mas isso eu não conto nem sob ameaças... rsrsrs


1. The Duke and I (2000) - O Duque e Eu.
Edição portuguesa: Crônica de Paixões e Caprichos.

2. The Viscount Who Loved Me (2000) - ainda não publicado no Brasil
Edição portuguesa: Peripécias do Coração.

3. An Offer from a Gentleman (2001) - ainda não publicado no Brasil.

4. Romancing Mr. Bridgerton (2002) - ainda não publicado no Brasil.

5. To Sir Philip,with Love (2003) - ainda não publicado no Brasil.

6. When He Was Wicked (2004) - ainda não publicado no Brasil.

7. It's in His Kiss (2005) - ainda não publicado no Brasil.

8. On the Way to the Wedding (2006) - ainda não publicado no Brasil.

Fonte: Romances in Pink

http://www.romancesinpink.com.br/2011/05/o-duque-e-eu-julia-quinn.html

11 comentários:

  1. Li o livro e claro ADOREI! rsrs E amei a resenha, falou o que penso sobre esse book fofo s2 Esse livro foi uma ótima surpresa esse ano.
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu olho pra esse livro todo dia. Depois dessa resenha, vou ter que pular alguns da fila. Adoro seus textos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Comprei o outro livro dessa coleção de clássicos
    não vejo a hora de lê-lo. Também estou de olho
    nesse, adorei a resenha.
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse livro.
    Estou ansiosa pelo Benedict! Li a sinopse e fiquei encantada!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ok Ok eu me rendo... vou ter que ler os livros da Julia Quinn. Toda vez que leio uma resenha dos lançamentos acertados da Arqueiro eu sinto que estou deixando passar romances maravilhosos. Mas a sua resenha agora me deixou ansiosíssima para ler os livros, isso mesmo no plural, da Julia Quinn. Uma resenha bem feita e nos mostrando o que estamos perdendo por não ter lido o livro ainda é uam delicia de ler. Dica anotada Elimar...
    bjoks

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Estou lendo "O Duque e Eu" neste momento e estou gostando muito!! *-*
    Parabéns pela sua resenha,ficou ótima,adorei!!
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  7. Conta! Conta! Conta! hahahahaha
    Acho que eu sou uma das poucas pessoas que gostam de um spoiler, achoq ue só uma amiga ganha de mim que começa o livro pela ultima pagina hahahah Acredita nisso? Mas ela não conta pq é extremo do extremo. kkkk
    Adoro romances de época, fiquei empolgada pra ler este!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  8. Eli, doida para ler sua resenha e haa podia continuar contando sobre sua infância,estava adorando ler.. hehe
    Eu acho que não tem problema confessar que leu clandestinamente, (nossa que palavra feia) As vezes as editoras demoram mesmo, e agente quer muito ler.. faz parte..

    beijo mila

    ResponderExcluir
  9. Eu amei este livro! Foi o que mais gostei entre os três que a Arqueiro publicou, e estou mega ansiosa pelo próximo, afinal o Benedict, promete!!!
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Eli, destes lançamentos históricos da Arqueiro este foi o que mais gostei, pois a história de Dafne e Simon foi perfeita. Dafne se mostra uma mulher forte e decidida e Simon encontra nela apoio para sua maior vulnerabilidade. Não sei se os próximos livros desta série terão o mesmo tom, mas a editora começou muito bem. Gostei de sua resenha.

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha Eli.. E amei tambem suas confissões...rsrs
    Nós adeptas do já esquecido orkut e participantes da comu AR, sabemos que não é de agora que a Julia é diva... E devido ao pouco conhecimento aqui, tivemos sim que recorrer aos ebooks clandestinos, concedidos por grupos de tradutores e que nos alimentaram por tanto tempo.
    Mas hoje a editoras nos ouvem, na maioria das vezes, e estamos no tempo de graça comparado a outrora não é?! kkk

    Agora mais que nunca tenho que ir atras do meu Duque!

    Só mais um coisa, na NC ele foi lançado com qual nome??

    Bju

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords