[Resenhista convidado] A Grande Rainha: Sérgio Roberto de Paulo, por Onésimo Medeiros!


Oi gente... Hoje a resenha aqui no blog é especial. Foi feita pelo meu amigo e colega de profissão Onésimo Medeiros. Tive o prazer de conhecer o Onésimo no Clube do Livro de Campo Grande, uma das únicas iniciativas de bom entretenimento na região onde moramos. Assim como eu, Onésimo equilibra família, trabalho e leitura em meio a essa vida agitada que levamos, sempre escolhendo com bastante cuidado as suas leituras, já que o tempo é algo deveras complicado para nós que trabalhamos com educação. Mas vamos deixar de papo. O livro lido por Onésimo já tinha sido resenhado por nós, mas eu queria muito a opinião de um fã do gênero fantasia, e nisso meu amigo é craque. Eis as suas impressões:


“... Aos oprimidos, oferecerei justiça,

Aos opressores, a minha espada.

Contudo, não odiarei o inimigo, 
Pois nutrindo o ódio, tornar-me-ia fraco...”

Este é um trecho do juramento a ser recitado pela Grande Rainha, Senhora de Brenor, o qual foi recitado por Aara em 1º de Junho, no ano 1074 da era dos grandes reis.




Aara, a pouco tempo antes dessa data, era uma mera camponesa, de coração puro e bondoso, que trabalhava na taberna de sua tia e morava/cuidava de seu tio beberrão que a maltratava constantemente. Ela era esperta e conhecia muito dos poderes medicinais das plantas, com o qual ajudava as pessoas de sua vila. Mas um dia no auge dos seus 16 anos, toda sua vida iria mudar, ao tentar salvar sua vila de um exército de bandidos. Mal sabia ela que iria tornar-se a GRANDE RAINHA de Brenor e a salvadora, que iria reunir os reinos ao redor e iria trazer esperança ao povo, contra a ameaça que se levanta: Mitrax, o caído, o príncipe dos homens, que luta para ser o mentor absoluto, tomando o lugar do Senhor da Luz e adquirindo os cristais espalhados pelos espíritos guardiões. 




Nesse livro viajamos nas aventuras da Rainha Aara, seu escudeiro Gnomo Gdu, seu professor e mago Aldebaran e seu cavalo super rápido faísca, conhecendo os reinos adjacentes, aprofundando na história dos reis antepassados que derrotaram Mitrax e as armas que Aara usou para vencer a batalha: a espada de Alionor e o escudo de Anahar. E isso é só o inicio de uma grande guerra.




No meio de tantos contos e sagas de magia e fantasia, seguindo a linha de Tolkien e Lewis, como ele mesmo explica na introdução do livro, Sérgio Roberto de Paulo consegue reunir elementos desses autores com até mesmo, de outros autores e folclores e consegue criar um mundo fictício fantástico, onde anjos e gnomos têm espaços importantes na história, sem sufocar a história por quantidade de personagens. Uma história fácil de ler, sem palavras difíceis, onde até mesmo um pré-adolescente leria sem problema algum, aonde chega a ser uma história pura e inocente, do bem contra o mal, ainda que o autor a intitule uma “trama complexa”.

Onésimo Medeiros, 09 de Junho de 2013, 02:37

8 comentários:

  1. Gostei muito da resenha. O resenhista convidado poderia vir outras vezes =) Não fazia ideia que atrama possuía tantos personagens interagindo de forma tão harmoniosa. Achei interessante. Gosto dessa temática.

    Nem preciso dizer que adorei o blog e estou seguindo. Se quiser e puder passa lá no meu, espero que goste. =)

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo este livro, e a cada capitulo
    que leio me apaixono mais pela historia
    e personagens. Momentos de batalhas, de sabedoria
    de diversão. Você sempre fica esperando o que vai
    acontecer. Me divirto a beça com o Gdu e companhia.
    Quando terminar de ler ficarei com saudades. Amei sua resenha.

    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Eu adoro este tipo de livro, fiquei só um pouquinho na dúvida quando vi ele disse que a história chega a ser inocente... Mas como é autor brasileiro acho que merece o beneficio da dúvida e merece se acompanhado.
    confesso que sinto um pouquinho de saudades de livros únicos, sabe aqueles de 800 paginas com início meio e fim definitivo rsrsrsrsr
    Essas sagas demoram tanto que até perco o fio da meada quando eles lançam o próximo. rsrs
    Bjosss e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Eu me interesso bastante por esse tipo de história e depois de ler a resenha acho que devo colocá-lo na minha lista de desejados.

    gostei da resenha!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei sua resenha Onésimo, e aproveito para lhe dar as boas vindas. Eu não curto muito este estilo de livro, então não seu se o leria. Mas, quem sabe?
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oii
    Eu amo livros de Fantasia, está capa é linda e este livro já está na lista de desejados..
    eu adoro magia e quando falou em mago, e aventuras por diversos reinos eu fiquei doida..
    Sua resenha está ótima..

    Beijos mila

    ResponderExcluir
  7. Puxa estou em falta com este livro, mas ao mesmo tempo estou um pouco off da leitura de fantasia. Acho que vou gostar muito desse livro,e preciso de tempo hábil para lê-lo.Valeu de mais a resenha e parabéns pelo convidado.

    ResponderExcluir
  8. Eu acho essa capa uma coisa... explico; acho linda.
    Sinto que com o livro não sera diferente minha reação ao ler... Adorei a resenha e o modo como Onésimo falou do livro... Dica anotada. bju

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords