Sobre as manifestações no Brasil!

Mesmo o blog sendo um meio de diversão e entretenimento para mim e para quem o visita, não falar do que está acontecendo no Rio de Janeiro e no Brasil, é meio como se colocar a margem da sociedade. Ler é um ato transformador, e para a maioria das pessoas, não só significa sonhar, mas também enriquecer no que realmente importa: na alma. Ler traz para o ser humano algo mais profundo e maior do que simplesmente passar horas agradáveis. Ajuda a formar opinião e determina, em muitos casos, o tipo de pessoa que você se tornará. Tenho visto algumas pessoas "estudadas", "intelectualizadas" e "formadoras de opinião" soltando um monte de disparates pela internet (e pessoalmente também), tentando passar a imagem que de sabe o que está acontecendo no país, quando na verdade, não faz a menor ideia. Eu sou professora de História, educadora e mexeriqueira, e até para mim, que sou metida a saber das coisas, tudo está extremamente confuso. Talvez o aumento do preço da passagem, tenha sido realmente a gota d'água que faltava para todos esses gritos que tem assolado o Brasil, mas sabemos que o que se precisa, é muito mais do que isso. Para a maioria da população, pedir melhorias para a Saúde, Educação e meios de transporte é o primeiro passo. Ótimo! O povo está cansado de depender de um Hospital público e dar com a cara na porta. De matricular o filho numa escola sucateada, onde o professor é mal renumerado, e recebe toda a culpabilidade do caos do ensino público, sendo obrigado a trabalhar em cinco escolas, para ter uma renda melhor, que no fim, lhe custará a saúde e o afastamento da sua família. Estamos todos cansados de pegar um ônibus super lotado, que nos obriga a acordar sempre mais cedo, para tentar pegá-lo, para ir um pouco mais descansado para o trabalho. Ou quando dependemos do metrô e do trem, onde as mulheres são obrigadas a exigir um vagão só para elas, para evitar serem molestadas, por que o vagão está super lotado... As reivindicações só começam por aí, mas a minha principal pergunta é: Quando vamos nos sentar e colocar isso de maneira concreta no papel? Porque mesmo não sendo os manifestantes que estão quebrando e colocando fogo nos grandes centros, o movimento caminha inexoravelmente para esse rumo. Todos estão sendo chamados de MANIFESTANTES, e o caos tem se instalado. O que se quer com isso? O que se espera ganhar diante de tanto quebra-quebra e arruaça? É preciso parar e respirar. Ver o que realmente se quer exigir e ir para a rua de novo, fazer pressão. A analogia que se faz, que "o Gigante acordou, e acordou furioso" é perfeita, mas esse gigante precisa pensar agora. Ele já mostrou que é forte, e que no final, é ele quem manda. Sim, esse gigante tem votado errado. Pode acontecer de novo? Claro que pode! Mas agora, aqueles que foram "votados" sabem que vão ter que mostrar serviço. Na minha humilde opinião de eleitora, enxugar os gastos da politicagem brasileira seria um ótimo passo. Gastamos tanto com uma máquina democrática deficiente, que me pergunto como é possível que ninguém ache isso indecoroso e indecente. 

Tenho medo que tudo isso não passe de um "Oba Oba" pseudo-revolucionário ufanista, que no fim não dará em nada. Bem, para isso não acontecer, é preciso que você se posicione. Leia mais, procure saber o que está acontecendo. Antes de compartilhar qualquer coisa, vá até o Google e informe-se. Entenda qual o objetivo do movimento. Se você achar que a ideia é válida, ajude. Fale sobre o assunto em casa, com os amigos, no trabalho. Crie um círculo de discussão entre seus vizinhos... Explique para os seus filhos. Faça ele entender agora, o que muito provavelmente, ele explicará para os seus netos daqui alguns anos, no trabalho de casa. Faça ele entender que, para um país mudar, é necessário muito mais do que um discurso no bolso. É preciso ação. E isso, de uma forma ou de outra, está acontecendo no país. No que vai dar tudo isso? Essa é uma boa pergunta... Mas talvez, só o seu neto ou neta poderá responder. E para muitos que seguem o blog, esses ainda nem nasceram...

Elimar

4 comentários:

  1. Olá, vim conhecer seu cantinho através do Circulo dos Blogs.
    Já estou seguindo por aqui para acompanhar as novidades!

    Beijinhos
    =^.^=
    "Unhas de Gato"

    ResponderExcluir
  2. Oi Elimar

    Eu realmente espero que o povo brasileiro tenha mesmo acordado. Sou a favor das manifestações, desde que sejam pacificar.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Tudo isso tornou-se em minha opinião uma manifestação ufanística mesmo Eli. No dia de uma das passeatas do centro vários alunos meus queriam ir, e então resolvi dá um tempo em minha aula para entender os motivos deles .A verdade que a maioria não sabia o porquê de quererem ir. Creio que os pais deviam esclarecer melhor os filhos sobre a motivação de cada um. Enfim, há muito em jogo e a maioria nem sabe pelo que lutam.

    ResponderExcluir
  4. Terminar em Oba Oba é o meu medo... A música do Zé Ramalho DO MUITO E DO POUCO para mim reflete algo do que está se passando: "É muito quadro pr'uma parede
    É muita tinta pr'um só pincel
    É pouca água pra muita sede
    Muita cabeça pr'um só chapéu
    Muita cachaça pra pouco leite
    Muito deleite pra pouca dor
    É muito feio pra ser enfeite
    Muito defeito pra ser amor
    É muita rede pra pouco peixe
    Muito veneno pra se matar
    Muitos pedidos pra que se deixe
    Muitos humanos a proliferar"

    Tenho medo disso tudo acabar em uma pizza de mussarela bem grande, para te dizer a verdade. Tem muito do pouco, e pouco do muito em tudo isso. Como você mesma disse, cabe a nós esclarecermos a futura geração para que elas saibam se posicionar e saber porque lutaram as pessoas de hoje, e para que lutaram.
    bju
    Eykler

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords