[Resenha] O Julgamento de Gabriel: Sylvain Reynard!


Sinopse:

Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Comentários:

Vida de leitora de sagas, séries e trilogias não é fácil... São meses esperando pela continuação, conjecturando o que a escritora pode vir a fazer com os personagens, que caminhos vai seguir, e se ela vai manter as expectativas que construímos em relação as personagens e seus dramas pessoais. Isso é quase impossível de se alcançar, visto que cada leitor terá uma perspectiva completamente distinta, mesmo as que se aproximam mais. Gostando ou odiando, nossas opiniões seguem caminhos diferentes, o que pode ser explicado através do nosso histórico de leitura. A obra "O Inferno de Gabriel" foi lançada em meio ao boom dos romances eróticos no Brasil, e poderia ter dado a impressão errada aos leitores que não curtiram essa "modinha literária do momento". Para aqueles que resolveram pagar pra ver, poucos foram os que se decepcionaram. 

Tendo como premissa a relação proibida entre um professor e sua aluna, a trama tinha tudo para ser mais uma diante de tantas outras, mas não. O que vimos foi um personagem multifacetado e apaixonante, que mesmo demonstrando certa arrogância, conseguiu fazer meio mundo se apaixonar por ele. A continuação era mais do que desejada. Era necessária para a sanidade mental de várias pessoas (Acreditem... Eu conheço pelo menos umas cinco que já estavam surtando, literalmente...).  Em "O Julgamento de Gabriel", professor Gabriel Emerson e sua aluna e agora amante, Julia, estavam vivendo o seu idílio amoroso finalmente, sem imaginar que existem pessoas que querem acabar com a felicidade de ambos.

 A Sylvain Reynard (que ainda não sabemos se é homem ou mulher) mantém o mesmo estilo de escrita que o (a) consagrou no primeiro livro. A linguagem poética ganha toda uma atmosfera contemporânea, onde Gabriel e Julia são inseridos de forma doce e sensual em alguns momentos, e de forma tensa e angustiante, conforme alguns altos e baixos vão acontecendo ao longo da narrativa. 

O ponto alto do livro, é claro, deixo a cargo do Professor Gabriel Emerson, que manteve a personalidade forte e cativante até a última página. Gabriel faz escolhas e as mantém até o fim, sempre sabendo que o faz por amor e por lealdade a Júlia. 

Minha única crítica é destinada a Julia. Gente, o que Sylvain fez com a personagem? Transformá-la na Bella de Crepúsculo foi demais para mim. Teve momentos que eu queria que ele acordasse e visse que era perda de tempo depositar tanto amor e devoção a uma pessoa insegura daquelas. Teve momentos que eu achei que era outra pessoa escrevendo. Mas tenho esperanças de que o último livro da trilogia vai ser melhor. Vamos ver o que o professor Emerson está guardando para nós. 

Fã que é fã não lê somente os livros. Tem que criar o elenco dos sonhos também. Como todo mundo quer ser a Julia (mesmo mala as vezes), a discussão maior cai sobre quem poderia interpretar o famoso Professor. As opções são inúmeras, mas decidi colocar as minhas duas favoritas 


O David Gandy ainda é o favorito da meninas para "interpretar" o Professor Gabriel (e o meu também, confesso), mas eis que na net surgiu uma opção bem interessante para o professor:


Hugh Jackman não é de se jogar fora né gente? E vou confessar que essa gravata borboleta, além de der deixado o "Wolverine" super gato, também deu a ele um ar atrevido de tirar o fôlego. E vocês? Qual o professor Gabriel favorito? 

Elimar

6 comentários:

  1. Elimar, excelente critica... Não só Julia, mas Gabriel teve seus momentos Edward... Juro que pirei... Li e não li o livro... Porque percebi coisas, fui pulando e percebi que preciso ler ele inteiro, mas não agora... Preciso me dar um tempo. Tipo... Amo Gabriel... Meu coração continua batendo forte por ele, pelo jeito dele... Mas vi coisas ali que falei, porque cara? Eu não iria aceitar certas coisas do Gabriel não. Não acho tb que um homem como ele iria fazer certas coisas que fez... E Julia, pelo amor, tinha horas que não se tocava, parecia uma abestada... Sei que no final tudo vai melhorar. Sei que terá valido a pena pro casal... Mas não curti várias coisinhas e sõ não posso falar com propriedade porque parei a leitura e volto daqui uns 10 dias... Preciso limpar a minha cabeça e me centralizar em algumas coisas... Excelente resenha e conversando com vc e Bianca vejo que não fui a única que esperava X, encontrou Y e que agora torce pelo terceiro e último livro ter um desfecho bacana e salvar um personagem e uma saga que tem meu amor e meu carinho... Mas que infelizmente, deixou a desejar nesse volume...

    ResponderExcluir
  2. Gostei do segundo livro. Porém, também achei que o autor se perdeu um pouco com a Julianne (só eu que gosto de chamá-la pelo nome inteiro? Eu adoro isso. haha). Acredito que ele deveria ter trabalhado um pouco mais para fazer a personagem crescer como mulher. Em alguns momentos eu simplesmente gostaria de segurar firme nos ombros e chacoalha-la com força para ver se ela acordava. Sei que ela sempre teve medo de perdê-lo novamente, sei que a dor quando ela o perdeu a primeira vez foi imensa, isso pode ser traumático. Mas o homem fez TUDO para mostrar-lhe o quanto ele a amava. Ela deveria ter percebido isso, mas a personagem que o(a) S.R. reinventou (de certa forma) nesse livro, é de dar nos nervos. Adoro a Julianne, acho-a adorável. Não a comparo com a Bella ou a Anastasia, talvez por não gostar de ambas. Ela é mais meiga, mais doce, mais generosa e humilde e isso o S.R nos deixou claro a cada palavra. Compará-la com ambas as mocinhas acima seria até uma calúnia a personagem. Claro que ela tem traços parecidos com as duas, na verdade, muitas mulheres em geral tem. Mas, diferente das duas, a Julia conheceu algo que mudaria sua vida cedo demais, até. O amor, a paixão. E perdeu ambas as coisas no mesmo instante. Quem já se apaixonou sabe exatamente como é não ter a pessoa que se ama junto. Ainda mais quando aquela pessoa em especial simplesmente desaparece no mundo por anos.
    Gente, posso está sendo defensora demais da Julianne, embora não concorde com a maioria das atitudes dela para com o Gabriel e com ela mesma nesse segundo livro. Aguardo ansiosamente o terceiro.
    Raphaella C.

    ResponderExcluir
  3. E mais um comentário... Eu acho o David Gandy a cara do Gabriel. E também acho uma boa opção o Henry Cavill. Adoro o Hugh, mas não vejo Gabriel com esse rosto.
    Raphaella C.

    ResponderExcluir
  4. Apesar de ter os dois livros lá em casa ainda não tive tempo de parar e ler...Mas cada vez mais fico curiosa pelo book.Adorei a postagem.
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Eli
    Quero muuuito essa trilogia, não vejo a hora de comprar!!
    Adorei a sua resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  6. Acabei de ler esse livro e amei, preciso fazer a resenha dele.
    e mal posso esperar pelo próximo livro
    adorei seu resenha

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords