Resenha: Gélido - Tess Gerritsen

Voltei gente, dessa vez mais rápido do que o esperado! Falei que dessa vez ia!


Gélido - Tess Gerritsen
8° da série Rizzoli & Isles
Lançamento no Brasil: 2013
365 páginas
Editora Record

Sinopse:
Quando a médica-legista Maura Isles reencontra um antigo amigo de faculdade durante um congresso, parte em uma viagem com ele e seu grupo. Porém, um acidente com o carro em meio a uma nevasca os leva ao inóspito vilarejo de Kingdom Come, onde algo terrível parece ter ocorrido. Enquanto isso, a detetive Jane Rizzoli recebe a notícia do desaparecimento da amiga e decide investigar seu destino. Assim, enquanto tenta descobrir o que houve com Maura, embrenha-se em uma trama envolvendo uma misteriosa seita e segredos do passado.

Resenha:

Quando eu peguei o livro novo (tinha sido lançado há poucas semanas quando li) da Tess Gerritsen, o 8° lançado no Brasil da série Rizzoli & Isles, não sei bem o que esperava. Mas com certeza não foi o que o livro me entregou. E isso não é uma crítica, é apenas minha reação de fã que foi surpreendida.

Como boa fã que sou, louca pela Tess e pela série, eu me comporto de forma diferente em relação a R&I. Eu prefiro não saber, não quero spoilers e nem me preocupo em ler sinopse antes de estar com o livro na mão. Afinal, é suspense. A graça é ir completamente às cegas porque eu já sei do que a Tess é capaz. Já devo ter dito que dos autores atuais, eu considero a Tess uma das melhores, ela entrega livros com qualidade, ótimos personagens, surpreendentes, nada repetitivos e se mantém fiel ao seu estilo de escrita.

A Record levou um tempo absurdo para lançar essa sequencia. “Relíquias” (7°) já saiu há muito tempo e não foi por falta de livro, porque lá fora a série está dois livros a frente.

Quando peguei o livro, estava saindo de um período de seca. Fazia tempo que nada me entretinha o suficiente para largar meus afazeres, a escrita e absolutamente tudo por um livro. Até que Gélido caiu nas minhas mãos. (Caiu nada, entrei numa Saraiva e minha amiga disse: Viu que Gélido já chegou? Você leu? E eu, louca e desesperada porque tinha esquecido, comprei na hora e foi R$ 40,00, salgado né!). Comecei a ler no ônibus. Eu gosto de dizer que sinto quando um livro me escraviza. Minha vida parou. Não tinha compromisso, não tinha internet, não tinha meta de escrita pra bater, nada. Felizmente comprei numa sexta e tive o final de semana pra ler. Mas eu sentava na frente do PC pra fazer minhas tarefas e olhava pro livro, um segundo depois ele estava na minha mão. Fui escravizada pela história.

Um dos motivos de ter ficado tão ligada foi exatamente a autora não entregar o que eu e provavelmente 90% dos leitores estávamos esperando. Eu estava com saudades dos personagens da série, queria ler sobre a Rizzoli bancando a durona e prendendo mais um serial killer. Queria saber como andava a Maura e seus problemas pessoais. Eis que, o livro começa com uma pequena introdução que te deixa já meio chocada, esperando o pior. E a Tess é mestre nisso, jamais esquecerei a intro de Desaparecidas (5° livro da série). Depois, vamos direto para a vida da Maura.

Depois vieram os gritos.
– Desliga o motor! – berrou Elaine, batendo em sua porta. – Ai, meu Deus, desliga!
Maura desligou imediatamente.
Os gritos vinham de Grace. Lamentos agudos, penetrantes, que não pareciam humanos. Maura se virou para olhá–la, mas não via porque a menina estava gritando. Grace estava parada à beira da estrada, com as mãos comprimidas contra o rosto, as pálpebras apertadas, como se tentasse desesperadamente bloquear algo da visão.
Maura abriu a porta e saltou do jipe. Havia sangue espalhado sobre a brancura da neve em linhas vermelhas, chocantes.

Vocês sabem que a Tess já foi autora de romance, não é? Ela já escreveu uns 2 romances misturados com suspense para a Harlequin e é comum você encontrar romances inexperados no meio de sua história. Até hoje ela é assim. E ela é má. Nos entrega um romance sem realmente entregar, mas escrevendo de um jeito profundo e tocante, aquele estilo dramático seco, não gera lágrimas, você só se machuca tanto quanto o personagem e sem parar de virar páginas. A Maura está numa dessas. O romance dela com o Daniel Brophy (sim, o padre) não tem como dar certo. Nós sabemos disso desde o 4° livro (acho que foi nesse que ele apareceu). Mas ao mesmo tempo, Tess não tira completamente nossas esperanças. Angústia no seu modo mais cruel.

Maura resolve fugir de sua vida, vai para um congresso médico, encontra um amigo e ainda fugindo dela mesma, embarca em uma aventura. Cara, o clima sinistro desprende do livro como uma aura. Você sabe que vai dar merda. Sabe aqueles livros que parecem ter um clima pregado neles, você abre o negócio sai. Quase como aqueles livros mágicos que víamos em Harry Potter. Então, esse livro é desses.

O pior é que mais uma vez eu caí e quem ler vai cair também. Você vai se apegar aos personagens, porque quem vai te convencer que eles são apoio? Claro que não, eles são os principais, nós já sabemos tudo sobre eles. O drama deles é tão forte quanto o da Maura e eles aparecem tanto quanto.

O livro não fica gastando o tempo dele te dando sustos. Pra que? Você já está vendo, já sabe que quando eles entraram por aquela estrada, eles estavam perdidos. Porque você vai ler e se lembrar da intro o tempo todo. E o mistério do tempo atual e da intro parece que não se encaixa, você continua perseguindo, a aura de desgraça vai ficando mais pesada, a morte já alcançou as páginas porque você passou do meio do livro e mesmo assim, não fecha.

Sabe terror contido? Então, as páginas vão passando e você sente, começa a ler tão rápido que certas coisas acontecem e se você piscou ou gastou energia torcendo vai acabar perdendo um detalhe e quando um personagem citar, vai te dar um estalo... Mas onde foi que isso aconteceu?

É aí que entra a Rizzoli. Nossa, finalmente! É isso mesmo, ela demora. Isso que eu não estava esperando e a cada capítulo que acaba, cada vez mais sinistro, você espera e espera e a história te leva cada vez mais longe. E nada da Rizzoli para te salvar.

É claro que ela vai estar com seu faro de policial bem apurado, teimando, perseguindo e batendo o pé que está errada. Ela sabe, por isso é tão boa.

Ela arriscou um olhar para ele. A penumbra do carro escondia as rugas de preocupação em seu rosto, mas Maura pôde ver o aumento de fios brancos no cabelo. Em um ano apenas, como envelhecemos, pensou. O amor nos envelheceu.
– Quando eu voltar, vamos para algum lugar quente juntos – sugeriu ela. – Só por um fim de semana. – ela deu um sorriso displicente. – Pelo amor de Deus, vamos esquecer o mundo e viajar por um mês.
Ele permaneceu em silencio.
– Ou isso é pedir demais? – perguntou ela, em voz baixa.
Ele deu um suspiro de cansaço.
– Mesmo a gente querendo esquecer o mundo, ele vai continuar aí. E temos que retornar para ele.
– Nós não temos que fazer nada.
O olhar que Daniel lançou para ela foi infinitamente triste.

Vocês com certeza já passaram por isso: Sabe quando um personagem importante some? Você sabe que algo o pegou, uma desgraça aconteceu, mesmo assim continua esperando. E as páginas fluem e ele continua sumido. As coisas só pioram e mais um vai atrás dele e você sabe que... Pois é.

Bem, chegamos a parte em que as páginas estão acabando, a essa altura você já vai saber coisa demais, já vai ter esperança de novo e o ritmo vai estar alucinante. Eu sei, parece que só tem umas 20 páginas na sua mão, parece que não vai fechar, mas isso é Tess Gerritsen, colega. TEM que fechar.

O nome do livro não é Gélido à toa. Sabe a tal aura? Fez frio aqui. (Acho que o último livro que li sentindo isso foi “A Tormenta de Espadas” de George R. R. Martin. O sangue pingava do livro! Jamais me recuperarei do RW).

Se o livro fosse maior, eu ia reclamar que enrolou um pouco no meio. Mas repassando as páginas, eu não consigo eliminar nenhuma ação. Como é um suspense que parece ter sido muito bem medido, tudo tem um propósito. Conheço alguns leitores que não gostam tanto assim da Maura, então talvez eles reclamem que passaram muito tempo com ela e que a Rizzoli podia ter surgido antes. Eu gosto da Maura, estou muito perturbada pelo drama dela, to até com pena dela, então eu gostei.

Eu estava já me aquecendo, saindo do clima Gélido quando... Elas precisavam ir? Sério? Eu quase soltei um "vou xingar muito no Twitter" se algo acontecer agora. Nas malditas últimas páginas do livro. Por que? Por que elas não sossegam o facho?!

E cara, eu sabia que o ricaço sinistrão ia aparecer. Será que só eu estou torcendo para ele? Eu sinto uma empatia enorme pelo romance da Maura com o Daniel. Já cansei de torcer para ele escolhe–la, nesse livro nós vemos que ele a ama. Mas ele também ama sua profissão. E cara, o Anthony tá lá, disponível e perigoso. Qual é?! Ela merece ser feliz!

E acho que fomos apresentados a um personagem novo, hein! Espero muito vê–lo nos próximos livros. Tem tudo para ser uma ótima adição. E revi uma personagem que jamais esperaria! Amei o desfecho. 

Eu reclamo porque a Record está demorando muito nos lançamentos. Mas a tradução é muito boa e eu adoro as capas que são bem mais bonitas que as lançadas lá fora.

Sobre a série:

A série Rizzoli & Isles até pode ser lida fora de ordem. Porque as tramas em geral são começadas e iniciadas dentro de um livro (tirando “O Cirurgião” (1°) e “O dominador” (2°) que um depende do outro pra fazer sentido). Mas as histórias pessoais dos personagens não. Elas são contínuas. Ou seja, se a Rizzoli levou um tiro no 4° livro, então no 5° livro ela vai estar se recuperando. E já teve casamento, nascimento de filho, Maura mudando de namorado, personagem novo aparecendo no 4° livro e aí volta no 7° e se você não leu o 4°, vai entender o suspense, mas se perder nas pessoas. Leiam a série, não se arrependerão nem por um minuto.

Mas prepare–se. Os livros da Tess te escravizam. Indico a todo amante de um bom livro. Não apenas aos apaixonados por suspense, mas que também adoram uma história muito bem contada.

Rizzoli & Isles fez tanto sucesso que também foi adaptada para a TV. Infelizmente a série é muito diferente dos livros, tomaram uma liberdade absurda e os personagens principais estão irreconhecíveis. Não recomendo mesmo. Fico só nos livros. 

Livros lançados no Brasil (saíram na ordem correta):

O Cirurgião (Tem como começar uma série melhor do que isso?)
O Dominador (O retorno da história do 1° livro e mais pesada, acredite!)
O Pecador (Aqui eu estava pegando ritmo da Tess, fui preparada e mesmo assim me ferrei)
Dublê de Corpos (É nesse que encontram aquele corpo e os ratos? Ainda to chocada!!)
Desaparecidas (Sensacional, um dos livros mais marcantes da minha estante! História muito forte!)
O Clube Mefisto (Gente, que livro maligno! Sabe a aura? Esse é o pior! O medo da personagem é tão palpável que você quase sai correndo em pânico junto com ela).
Relíquias (Sinistro demais. E um dos mais interessantes para quem ama história antiga!)
Gélido (acabei de resenhar, o tal da aura gelada!)

Jabá: 
O lugar mais barato é a Siciliano/Saraiva por R$ 32,00. Pelo link já ta entrando pelo Buscapé que está dando 12% de desconto. Não sei até quando vai durar a promoção, mas sai por R$ 28,16.
Em Ebook está R$ 25. Ou seja, MEGA caro. Um absurdo. Fujam dele e garantam a versão em papel só por mais um troco.

Até a próxima!

Lucy.

2 comentários:

  1. Olá,
    Escrevi uma resenha do livro no blog recém criado e pesquisei outras opiniões. Eu particularmente desconhecia as outras histórias da autora, e não gostei muito do livro, mas foi interessante seu ponto de vista.

    Caso queira ver a minha opinião, visite o Blog.
    Até.

    ResponderExcluir
  2. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords