[Resenha] Enfeitiçadas: Jessica Spotswood


Sinopse - Enfeitiçadas - As Crônicas das Irmãs Bruxas - Livro 01 - Jessica Spotswood

Antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido? Prepare-se para se encantar com os jovens pretendentes de Cate, abominar o ódio e a repulsa que os Irmãos dedicam a meninas e mulheres, e aguardar ansiosamente pela sequência de As Crônicas das Irmãs Bruxas.


Comentários:

Ok, ok... Eu estava desconfiada desse livro. Depois de ler alguns comentários na blogsfera (Até muito elogiosos, devo dizer), ainda me restava um certo ceticismo, pois nunca tive sorte com livros de bruxas. Posso dizer que a corrente foi quebrada com "Enfeitiçadas". Jessica Spotswood conduz a trama de forma fluida e delicada, nos fazendo conhecer esse universo tão mágico e humano pelos olhos de Cate, a mais velha das irmãs Cathil. Narrado sob o ponto de vista de Cate, ficamos conhecendo as desventuras das três irmãs que perderam a mãe muito cedo e tem alguma um pai distante e frio, que não sabe lidar com a necessidade das filhas. É por isso que Cate toma para si essa responsabilidade, e acaba criando uma redoma para proteger as irmãs. A questão é que essa mesma redoma protetora, fará com que as pessoas da cidade passem a olhar para elas como excêntricas, o que é um verdadeiro perigo para esse mundo em que elas vivem. Ambientando seu livro em um momento histórico próximo ao início do século XIX, o romance parte da premissa que a maioria das bruxas foram eliminadas da face da terra e agora a chamada Fraternidade, tem como obrigação cuidar para que a "maldade" que vinha desses seres jamais volte a ter poder na terra.
Cate é uma personagem a qual eu me simpatizei de imediato. Ela tem uma enorme responsabilidade nas mãos e sua preocupação para com as irmãs é tocante, mesmo que não compreendamos ela abrir mão dos próprios sentimentos para manter a família unida e protegida. A maneira como ela vai descobrindo os segredos de sua mãe e daquelas que a ajudavam, vão tornando-a mais forte, mas também mais questionadora, sobre o destino que ela tem pela frente. Somada a toda essa trama tensa, temos um personagem fofo e carismático, que se mostra corajoso e apaixonado, diante das desventuras de Cate e daqueles a quem ele jurou proteger. Cada página virada nos apresenta uma pista para o destino de Kate e de suas irmãs, e mostra como a intolerância pode acabar por destruir até mesmo a confiança que temos sobre nós mesmas.
O livro é uma graça, e pode ser lido por pessoas de todas as idades. Levantando questões muito contemporâneas como amor, amizade, medo, preconceito, intolerância... Um romance de fantasia para todas as idades, que demonstra que todos os sacrifícios feitos em nome do amor e da liberdade valem a pena, e que a recompensa mais ainda está por vir.

Elimar Souza

P.S.: Aguardando o segundo roendo as unhas. O final foi tipo "O QUE????????????????"

2 comentários:

  1. Só não gostei dos pontos clichês que o livro trás, mas fora isso a história é incrível.
    Além é claro de deixar a gente doida pra ler a continuação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Enfeitiçadas é um livro muito bom, eu li e amei com certeza, achei um livro muito fofo, e quero muito a continuação. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Passa lá:
    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords