[Resenha] A Escolha do Coração: Amanda Brooke


Sinopse:

Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom... mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida... ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar. 

Comentários:

Vou confessar à vocês que eu já havia lido esse livro antes. Bem, a edição portuguesa dele pelo menos. Achei um tremendo acerto por parte da Novo Conceito lançar esse livro aqui. Lindo, sensível, tocante... Só tenho palavras boas e positivas para falar da narrativa de Amanda Brooke. Passei a entender melhor toda essa delicadeza, depois que descobri alguns aspectos da vida pessoa de Amanda: ela perdera um filho ainda bem pequeno, e quis escrever uma história de amor sobre uma mãe e sua bebê ainda não nascida. A história de Holly é linda e super emocionante. A trama começa feliz, mostrando um pouquinho do cotidiano dos dois, indo viver numa casa linda, deixando tudo pronto para que Holly possa trabalhar tranquila em casa (ela é escultora). Tom é o típico mocinho que a gente adora desde a primeira página: lindo, romântico e completamente apaixonado pela esposa. Deseja um vida feliz e simples com ela, não tendo desejos egoístas com relação ao trabalho, mesmo que esse exige dele viagens que os deixam afastados por um tempo (Tom é jornalista). Em de seus momentos sozinha, Callie descobre um relógio lunar, que acaba lhe conferindo a tal visão do futuro mencionada na sinopse. Aí que a trama realmente começa para nós: o que Holly deve fazer? Gente é duro participar dessa grande dúvida vivida por ela. Ela adora a vida que tem com Tom e depois de ter tido pais completamente relapsos que não lhe deram o amor e o carinho merecidos, ela não quer perder isso de jeito nenhum. Mas o fato de ter conhecido seu bebê no futuro e ter se apaixonado loucamente por ele (no caso, ela), ela vive em conflito permanente, não sabendo que rumo seguir. Aqui a escolha nos é colocada de maneira totalmente coerente, porque ao mesmo tempo que queremos que Holly escolha a vida de sua pequena, queremos que ela seja feliz com Tom, podendo ficar com os dois. Mas e se essa não for uma escolha para Holly? Se ela realmente precisar escolher entre a sua vida e a de sua filha? O que ela tem que fazer? Eu chorei tanto nesse livro gente... Mas cada lágrima derramada valeu a pena... É um dos romances mais lindos e fofos que eu já tive a oportunidade de ler... Vocês precisam passar por essa emoção! Vai valer a pena!

Clique aqui e adicione "A Escolha do Coração" a sua estante do Skoob!

Um comentário:

  1. Estou com esse livro na minha listinha de leitura... Adorei a resenha, vou pegá-lo para ler... Obrigada

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords