[Resenha] Mar de Rosas: Nora Roberts


Sinopse - Mar de Rosas - Quarteto de Noivas - Livro 02 - Nora Roberts

Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.

Comentários:

Enfim a espera acabou... rs. Nem sei quanto tempo eu esperei pela continuação do Quarteto de Noivas aqui no Brasil. Tudo bem que não faz tanto tempo assim, mas quando você lê um livro que você ama e você sabe que ele tem continuação, sua ansiedade palpita e qualquer espera torna-se lamuriosa. Primeiro gostaria de manifestar o meu desejo e o de todas as fãs dessa série: se um dia eu vier a me casar, quero que seja na "Votos". As descrições feitas por Nora desse espaço maravilhoso, poderia deixar uma leitora menos paciente extenuada, mas para mim, servem apenas para aumentar o meu fascínio sobre esse espaço, e por uma instituição que perde a cada dia o seu valor real, que é a união de amor entre duas pessoas que se importam uma com a outra. Os protagonistas desse livro, Emma e Jack, são dois personagens que possuem opiniões diferentes quando o assunto é casamento: ela deseja com vontade e esperança; ele o repele e se afasta. A infância de ambos é a responsável por fazê-los pensar assim. Emma teve o exemplo de seus pais, que sempre foram felizes juntos, mesmo diante dos problemas que toda família possui. Jack viu o divórcio de seus pais, e cada um seguindo rumos completamente diferentes, o que se torna determinante para que ele não queira nada do tipo para a sua vida. Ambos sentem uma atração crescente um pelo outro, porém, em nome do relacionamento de amizade que possuem, e pelo envolvimento de outras pessoas nessa atmosfera "fraternal" macro, decidem manter esse sentimento guardado, para evitar possíveis complicações futuras. Porém, será essa mesma atração que os empurrará para os braços um do outro, deixando-os com um gosto bom e amargo na boca, fazendo que esse relacionamento e esse sentimento maior nascido entre os dois, tome um rumo totalmente diferente do que eles pensavam a princípio.
Apesar do "amor" sempre ser o grande protagonista das histórias de Nora, aqui, vemos ele dividir esse posto com outro sentimento: a amizade. Seja ela entre as moças, donas da Votos, entre os homens que conseguem entrar nesse universo tão peculiar, ou mesmo entre os casais que vão se formando. Emma e Jack já tem uma amizade construída e sólida, e é exatamente essa amizade que os fará questionar se vale ou não a pena se envolver.
Emma é delicada, envolvente, sensual e romântica, e envolve Jack com uma teia de atração sexual forte, mesclada por um amor que ele sente desde o principio, mesmo tentando não perceber (sabe de nada inocente... rs). Jack é um homem bonito, sexy e com pegada, que tenta lidar com a "situação" da única maneira que entende: sexo. Claro que Emma também sai ganhando nessa barganha, mas o grande prêmio ainda estaria por vir. Alguns diriam que os anseios de Emma são "antiquados". Eu diria que Nora Roberts criou uma personagem moderna e independente, que busca o amor; não um amor que aprisiona ou subjuga, mas um amor companheiro, que vale a pena ser almejado.
O que me resta agora? Esperar pelo livro de Laurel, para sofrer logo em seguida pelo romance de Parker! Essa ansiedade é a única coisa que não nos abandona! Fazer o que? :)

Elimar Souza 

2 comentários:

  1. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir
  2. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords