[Resenha] Incendeia-me: Tahereh Mafi

 

Sinopse - Incendeia-me - Trilogia Estilhaça-me - Livro 3 - Tahereh Mafi

 

UM DIA EU POSSO ROMPER UM DIA EU POSSO R O M P E R E ME LIBERTAR NADA MAIS VAI SER IGUAL O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado. Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá. Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.
Comentários:
Para o bonde que eu quero descer agora... O que foi isso? Que trem foi esse que passou por cima de mim e eu nem vi? Fazia tempo que eu esperava por essa continuação. Li Estilhaça-me (livro 1 da Trilogia) sem muita pretensão e o livro me consumiu até eu conseguir terminar. Fiquei com a sensação de que a continuação ia ser arrasadora e não é que foi mesmo? Todos os personagens vão mudando e ganhando uma nova forma, bem na frente dos nossos olhos, e a gente passa a achar determinada pessoa intragável e outra incrível. Vá lá que isso é um plano bem arriscado, porque os leitores podem ler e pensar 'What?". Outros podem dizer que ela seguiu o caminho mais fácil (E seguiu mesmo né gente? rsrsrsrs). 

O trecho ali em cima está com uma cor diferente de propósito. Isso porque eu escrevi logo após terminar Incendeia-me e não consegui terminar a resenha, porque a minha semana tem sido infernal, para dizer o mínimo. Tive uma inflamação sinistra nos ouvidos e a dor era tão insuportável, que nem dormir eu estava conseguindo. Hoje, domingão originalmente, voltei para terminar a resenha, e estou com menos dor e mais calma, em todos os sentidos. O que achei de Incendeia-me? Eu gostei sim... Fiquei mesmo arrebatada com a trama e as escolhas da autora, principalmente no que diz respeito ao Warner. Mas não sei dizer se todas as leitoras vão achar o mesmo que eu. O Warner do primeiro livro não se parece em nada com o Warner do terceiro. E a culpa disso é do Warner do segundo... rsrsrsrs. Confuso? Pois é... Eu também acharia, se não tivesse lido os livros. Não sei porque Tahereh Mafi resolveu dar outro rumo a sua história. Depois de pensar, achei que ela poderia ter visto o potencial de um personagem e resolveu dar uma sacudida nas coisas. Já pensei também que ela pode ter ouvido as fãs e ter resolvido fazer uma leve dança das cadeiras. Ou simplesmente ela deu uma surtada básica, e resolveu criar explicações no mínimo fracas para desvendar um personagem que antes era complexo e agora é só um anti-herói (nem não anti-herói assim, mas deixa pra lá). Confesso que tive vontade de voltar ao primeiro livro e me concentrar mais em Warner no que no Adam, para saber se essas mudanças e explicações se encaixam mesmo ou foi só um monte de argumentos construídos as pressas para podermos amar o Warner sem culpa. Não sei se farei isso. Pelo menos não agora. Quero permanecer ainda com parte da sensação que tive ao terminar Incendeia-me: arrebatada, apaixonada, desesperada... Tudo isso de uma vez só. Não se quero que as minhas suspeitas sejam confirmadas, e eu descubra que o Warner do primeiro livro foi na verdade abduzido e substituído por um ET cheio de nuances diferentes, e que no fundo sempre foi bom. Quero ter a sensação de que não deixei passar nada e que ele sempre foi essa coisa fofa e sensual do segundo livro e esse furacão apaixonado do terceiro. Se eu recomendo? Com toda certeza... Basta saber se você vai ter coração para aguentar um Warner tão apaixonado, e com o coração perto da explosão. Esse risco eu corri... Corra você também... ;)

P.S.: Para não terminar a resenha sem mencionar a narradora (que também é a personagem principal), finalmente Juliette muda. E muda para melhor. A garotinha medrosa e cheia de receio de machucar as pessoas agora é uma líder nata, pronta para arrebentar com a cara de quem fez mal a ela e aos seus amigos. A personagem finalmente cumpriu o que vinham prometendo nos dois livros anteriores: seu medo acabou! Ela está pronta para lutar, e para isso pretende derrubar o que encontrar pela frente... A cena dela correndo pelo navio ficaria linda no cinema (não custa sonhar né gente? kkkkkkkkk). 
Clique aqui e adicione "Incendeia-me" a sua estante do Skoob! 

Beijos e até a próxima!

Elimar Souza

2 comentários:

  1. Oi, Elimar!

    Eu não gostei de Estilhaça-me, não, e por isso acabei nem continuando a ler.
    Não é bem meu estilo. No entanto, os fãs dos livros têm dito maravilhas mesmo a respeito desse terceiro. :D

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  2. Gentchy, quem são esses da foto?
    Eles são do jeitinho que o livro descreve. Maravilhosos!

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords