[Resenha] Almanova: Jodi Meadows


Sinopse:

 

ALMANOVA Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê. SEM-ALMA A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre... HEART Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto -- de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos? 
Incarnate tem algo de estranho e intrigante. Algo novo. Não dá vontade de parar. Precisamos, e como, saber como será o desfecho disso tudo.” 
 Robin McKinley 
Ao mesmo tempo lírico e provocador. Incarnate é aquele tipo de livro que nunca nos abandona. Eu amei!!!” 
Rachel Hawkins 
Uma palavra: IMPRESSIONANTE! Quer mais palavras? Vai nutrir sua alma e mexer com a sua cabeça!” 
Jeri Smith
Comentários: 
As vezes não consigo entender a lógica do mercado editorial. Alguns livros medíocres (perdão pela palavra), conseguem se sobressair e fazer um relativo sucesso junto aos leitores de modo geral. E o mais bizarro é que essas mesmas pessoas que colocaram esse livro nesse patamar tem consciência de que o tal livro não é lá essas coisas. São nuances do nosso mercado que precisam ser estudadas pela NASA, porque ainda não descobri o porquê disso. Pois bem! Almanova não se encaixa na descrição acima, mas é o tipo de livro que têm todos os elementos que encantam as fãs de romance, distopia e ficção em geral. É o tipo de livro que deveria ter uma série de fãs, com encontros regulares, falando sobre os personagens, motivações de tantos outros, da atmosfera de Heart e a hostilidade daqueles que lá habitam, destinada a personagem central da trama, Ana, alguém que você vai ter um prazer genuína em torcer. Ana, a protagonista incrível de Jodi Meadows (a tal Almanova do título), não se parece com nenhuma personagem feminina de distopia que eu já tenha lido nos últimos tempos. Machucada e infeliz no início da trama, graças o tratamento de sua própria mãe, que vê nela o prelúdio de uma desgraça, Ana resolve que não mais ficará no escuro, e resolve ir a procura de resposta, mesmo que isso signifique o pior. É nesse contexto que ela conhece Sam, um personagem difícil de não se apaixonar (Preparem os corações meninas...). A tal cidade de Heart, pelo menos para mim, é uma grande metáfora sobre a vida adulta: o medo de chegar até lá e não ser aquilo que você imaginava (de fato nunca é, mas pode ser muito melhor). A relação entre Sam e ela é um caso a parte. Aqui, não vemos dois personagens buscando redenção ou conforto nos braços um do outro. Vemos uma evolução inteligente e viável, para duas pessoas que estão em busca de algo maior do que suas próprias vidas. Então Ana cresce de maneira visível, se tornando alguém completamente diferente das primeiras páginas da trama - algo difícil de se ver em outras tramas do gênero -, o que mostra para o leitor o quanto a personagem evolui ao descobrir um pouco mais sobre si mesma. De frágil e desconfiada, com medo de tudo e todos, ela passa a forte e corajosa, pronta para enfrentar quem quer que seja para encontrar respostas.
O texto de Jodi Meadows é um caso a parte: fluído e simples, que faz com que o livro seja lido praticamente em uma pancada só (foi assim comigo). Todas as pistas, os detalhes e os sinais que ela vai colocando ao logo da narrativa te obrigam a permanecer lendo, o que demonstra o poder de sua escrita, de conduzir ao leitor ao desfecho com algumas respostas, mas também com uma série de novas dúvidas, que te pedem o segundo livro para ontem. ... Antes de terminaar, fica aqui a minha admiração pela tradutora de Almanova, Ana Rezende. Queria parabenizar os revisores também, mas não constava os nomes na ficha cartográfica. Como sempre, a Valentina escolhendo com todo cuidado e apreço os livros que compõe o seu catálogo. Nem preciso dizer o que achei do livro né?

Entrando pelo Buscapé, você encontra Almanova por R$ 19,90! Uma pechincha! 

;) 

Para a galera que frequenta o Papos & Ideias na Saraiva do Rio Sul (apresentado por essa que vos fala), aguardem o mês de novembro. Nosso último encontro do ano de 2014 vai bombar!

BJS!

Um comentário:

  1. Ahhhh eu amei este livro! <3
    Concordo que deveria ter uma legião de fãs dele, pois é maravilhoso... toda a situação da Ana e da descoberta de seus sentimentos por Sam são... uhhh lindos! *-*
    Tbm acho que deveria ter encontros de fãs desta série e estou louca pela continuação, apesar de ter ouvido falar que será somente no proximo ano u.u
    Adorei a resenha. :)

    PS: Há possibilidade de eu ter enviado dois comentários... Qualquer coisa, apague um! :P

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords