[Resenha] Filha da Ilusão: Teri Brown

 

Sinopse - Filha da Ilusão - Herdeiros da Magia - Livro 01 - Teri Brown

Ilusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini - ou pelo menos, é o que Marguerite alega - os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truqye mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro. Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar? Teru Brown cria, neste fantástico romance histórico, um mundo onde pulsam a magia, a paixão e as tentações da Nova York de Era do Jazz - e as aventuras de uma jovem prestes a se tornar senhora do seu destino.

Clique aqui e coloque Filha da Ilusão na sua estante do Skoob!

Comentários:

Primeiro livro de parceria a gente nunca esquece... Esse é o primeiro livro que recebo da Editora Valentina, essa "pequena notável", que tem se destacado no mercado editorial por seu trabalho impecável e primoroso. Na verdade, eu lanço um desafio aqui: encontrem um erro nos livros da Valentina. Todo mundo bate palma para os tradutores (um xero para Heloísa Leal, que foi quem traduziu "Filha da Ilusão"), mas sem um time de revisores de primeira, não há livro que resista. E um observador mais atento, perceberá que o primeiro livro de série Herdeiros da Magia de Terri Brown recebeu esse cuidado todo especial por parte do editorial da Valentina. Não há como negar: um trabalho de fazer inveja! Mas vamos ao livro propriamente dito, pelo amor dos Deuseus?
Preciso falar do poder de Teri Brown: o de te fazer gelar! Sim, é isso que ela faz! Você simplesmente gela de medo! E olha que para a leitora de terror que reside em mim (não mais tão fiel, devo dizer), somente os mestres conseguiram me fazer ficar com esse medo pungente, que dificulta o sono e te faz voltar para o livro imediatamente. Mas a minha surpresa foi maior porque não é exatamente disso que o livro se trata (colocar medo): o livro fala de dons! Dons que pessoas comuns podem desenvolver, e com isso se tornarem extraordinárias. Anna é uma dessas pessoas! Sendo supostamente filha do grande Ilusionista Houdini (disso, nem mesmo Anna sabe), pode-se dizer que ela possui no sangue a malícia para a mágica e a ilusão. Mas Anna é uma garota diferente. Ela realmente possui essa conexão com o mundo sobrenatural, o que a torna uma adversária para sua própria mãe, alguém que vive da enganação e que se mantém sempre em intensa disputa com a própria filha. A relação das duas foi um dos pontos altos nesse livro. Porque, apesar de ser uma ficção, conheço pessoas que tem uma relação semelhante com seus pais, onde as conquistas e até mesmo, o talento dos filhos, é visto com um certo rancor. Aqui, Ana vive em constante conflito com aquela que deveria sempre lhe apoiar e lhe dar suporte. Mas não se preocupem... Ao longo do livro as peças vão se encaixando, e todos vão entender de onde vem esse sentimento por parte de Marguerite, a mãe de Anna. 
Claro que o romance também está presente no livro, mas não espere algo parecido com o que vemos em inúmeros livros teens: aqui, a relação se desenvolve de maneira mais natural e crível possível, respeitando a personalidade de Anna.
O modo como Teri conduz a narrativa, nos fazendo escravos de sua história, me fez questionar onde ela estava se escondendo esse tempo todo. O livro apresenta todas as qualidades de uma narrativa de sucesso: altamente viciante, escrita impecável e elementos inovadores. 
Temos um novo sopro na literatura de entretenimento! E ele se chama "Filha da Ilusão"! Se eu recomendo? Pode ter certeza que sim!

;)

Elimar Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords