[Resenha] O Enigma das Estrelas: F.T. Farah



Sinopse - O Enigma das Estrelas - Clube dos Mistérios - Livro 01 - F.T. Farah

Uma aventura eletrizante, um enigma perturbador Antes de ser queimado em praça pública, um padre amaldiçoa Morro do Ferro. Pouco depois, luzes misteriosas começam a perseguir seus moradores. O vilarejo mineiro, cercado por erosões sinistras, é o destino das férias de julho de cinco amigos: Jonas, Alfredo, Carola, Carmem e Vicentinho. No primeiro volume da saga Clube dos Mistérios, a turma é encorajada a acampar no topo do Morro dos Anjos. Uma experiência do outro mundo marcará suas vidas. Para sempre. Prepare-se para desvendar o enigma das estrelas. Mas tome cuidado. Alguém pode estar observando seus passos... 
Clique aqui e adicione "O Enigma das Estrelas" a sua estante do Skoob!

Comentários:

No primeiro livro da série, conhecemos 5 amigos, que se encontram todos os anos, em suas férias escolares, em Minas Gerais, em uma região chamada Morro do Ferro. O livro começa bem interessante, contando um acontecimento vivido por um morador do Morro do Ferro, o que faz o leitor querer ir adiante. Mas, quando a historia realmente começa, os fatos ficam perdidos e mal amarrados. A vontade de ir adiante é perdida. Por ser um livro infanto-juvenil, eu esperava algo mais bem humorado e eletrizante, mas não foi bem assim. O Morro do Ferro, para onde todos vão, é o grande ponto do livro, pois existem vários boatos em relação ao lugar. Isso foi outro grande problema para mim. São vários boatos, cada um dizendo que o lugar é amaldiçoado de uma forma, o que me deixou em dúvida no que acreditar. A história começou a ficar um pouco mais interessante para o meio do livro, quando os cinco amigos vão acampar e Jonas, o mais velho, resolve pregar uma peça nos outros amigos, utilizando os boatos de que o lugar é mal assombrado. O acampamento em si foi meio sem pé nem cabeça, já que eu não enxerguei um proposito para que os pais de cinco pré-adolescentes resolvessem deixá-los ir para o meio do mato, sendo que dois deles são meninas de 12 anos e um deles é um garotinho mais novo. Isso deu a impressão de que o autor só inventou alguma coisa para acelerar os acontecimentos e ir direto ao ponto. Eu não gostei muito de nenhum dos personagens, pois nenhum deles possui uma essência que conquiste o leitor. As ligações que os fatos têm com as músicas do Raul Seixas também não me agradaram, mas ao fim do livro o autor fala que isso foi acrescentado nas novas edições do livro, o que eu preferia que não houvesse acontecido, mas não posso dizer muito já que não li nenhuma das edições anteriores. O fim do livro também não é um dos melhores, já que depois de todos os ocorridos os personagens continuaram imparciais e levando suas vidas, exceto Jonas. Eu indico a leitura para quem não está acostumado a ler grandes livros.


  Quer prestigiar a Clara? Siga o seu blog, Treze para meia noite,  clicando aqui! ;)

2 comentários:

  1. Ahhhhhhhhhhhh dispensei kkkkkkkkkkkk

    Afff tem até uma sinopse interessante, massssssss

    ResponderExcluir
  2. Olá querida!!Minha leitura anterior a este livro foi um thiler psicológico, então quando vi este livrinho na minha estante me deu aquele vontade de ler algo bem juvenil mesmo. Mas tenho que confessar que achei muito ruim, não me prendia em nada com a historia e com os personagens( e ainda mais por causa das serpentes) não pretendo continuar a série.
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords