[Resenha] Para onde ela foi: Gayle Forman, por Hellen Dominique


Sinopse:

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Comentários:

Gayle Forman mais uma vez surpreende. A escritora conseguiu melhorar consideravelmente todo o enredo e o rumo da história de Mia e Adam em Para onde ela foi. Se o primeiro livro foi bom, prepare-se para este. Mia progride bastante em termos comportamentais e isso interfere diretamente em tudo que acontece á sua volta. Adam finalmente demonstra todo o amor que diz ter por Mia e que não é tão evidente no primeiro livro. Agora, com a narrativa voltada para Adam, vemos claramente tudo que ficou com uma interrogação em Se Eu Ficar. Há uma evolução significativa em relação aos personagens e suas vidas, nos sentidos profissional e pessoal. Gayle Forman tem uma habilidade de escrita excepcional! Sabe aquele livro que você simplesmente não larga e mexe tanto com você que, por um tempo determinado, a esperança que você sente por tudo que ainda há de acontecer passa a ser mais importante do que tuas obrigações diárias? É este. Encantei-me muito mais com Por Onde Ela foi do que com Se Eu ficar. Para todas as esquisitices da Mia são dados argumentos até plausíveis e o final emociona qualquer um. Depois de ficar o livro inteiro torcendo para tudo correr como planejado e para Adam conseguir resgatar o amor pela música que havia dentro dele, as coisas finalmente recomeçam a dar certo (como tudo na vida, mais cedo ou mais tarde) e você se sente até realizada por ele. A fase que Adam passa de se redescobrir mental e emocionalmente é tão real que prende ainda mais o leitor (ou você vai me dizer que nunca passou por nada tão espiritual a tal ponto?). Todas as situações vividas e mencionadas como importantes para tais acontecimentos e decisões são tão banais que interage ainda mais com o leitor e faz com que ele se sinta mais próximo aos personagens, como amigos íntimos. Gayle Forman impressiona e é visível todo seu florescimento profissional.

Hellen Dominique


Quer prestigiar a Hellen? Siga seu blog, o Pequenina Biblioteca, clicando aqui!

Um comentário:

  1. Confesso que eu também preferi esse livro bem mais do que o anterior!?
    Acho que ele é mais dinâmico e tb mais elaborado. Embora a história do 1º tenha sido mto bonito.

    http://lapiselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords