[Semana Editora Charme] Entrevista com Kimberly Knight

E aí gente? Como estamos? Bem, para quem me conhece sabe que a chegada da Editora Charme ao mercado editorial brasileiro foi para um como um sopro de esperança. E não estou exagerando. Para mim, hoje, a Charme é a editora com mais potencial para crescer, exatamente por explorar um nicho tão maltratado quanto o romance. Vocês podem achar que eu estou pirando, já que os números dizem que o romance é o estilo que mais vende no Brasil, mas muitos títulos que somos loucas para ler não chegam até as nossas mãos, e ficamos aqui, esperando alguém se prontificar a lançar. A Editora Charme veio para cobrir essa lacuna, e devo dizer que tem feito isso com brilhantismo; "Tudo que eu preciso", "Ruby in the Dust", "Felicidade Temporária" e todos os outros romances lançados esse ano, demonstram que a Editora Charme está bem antenada com o que queremos ler, além de abrir um precedente para que os bons escritores de romances possam ter seus livros lançados aqui também. Do dia 20 até o dia 25 de dezembro, teremos apenas posts dedicados a Charme. Teremos três entrevistas com autoras da Charme, além de duas resenhas e um post fazendo uma retrospectiva de tudo que foi lançado esse ano. Muitas emoções, posso afirmar. E se você ainda não leu nada da Editora Charme, chegou a hora! Os preços abaixaram substancialmente, o que vai facilitar a vida de muitas leitoras, que agora podem colocar seus livros desejados no carrinho. Para estrear a nossa semana especial "Charme", eis que aqui apresento a vocês a fofa (sim, ela é fofa... Os livros são HOT, mas ela é fofa... rs) Kimberly Knight, autora da série B&S! Os livros da Kimberly já eram conhecidos entre um bom número de leitoras brasileiras, mas depois que a Charme  revolveu publicá-los no Brasil, aí gente... Nem preciso contar né? Se o Brandon existisse mesmo, não ia mais conseguir sair de casa... rsrsrs.

Cara, simples demais! Kimberly, mais uma vez eu agradeço a entrevista... Deixo aqui para que todos vocês possam curtir como eu estou curtindo... :)



1.Como você se tornou escritora?    Sinceramente, nunca pensei que eu iria me tornar uma escritora. Eu não era uma grande leitora, até que eu li "Cinquenta tons de cinza". Desde então, fiquei viciada em romance e pensei em escrever minha própria história por cerca de um mês. Um dia, em 2012, eu decidi tentar escrever um livro. Quando eu estava no meio do caminho, eu decidi contratar um editor e ver o que acontecia. E agora eu estou trabalhando no meu nono livro, dois anos mais tarde.

2. Você se surpreendeu com a repercussão que seus livros causaram entre as leitoras de todo mundo? 

Sim! Eu não tinha ideia de que tantas pessoas liam meus livros. Antes de publicar, eu estava vendo meus livros no Goodreads, e ali dizia que cerca de 1200 pessoas queriam ler o meu primeiro romance. Eu pensei que era muito. Uma vez liberado, milhares de pessoas mostraram interesse em ler meu trabalho e eles continuam querendo mais!

3. Como foi descobrir que havia um interesse por parte de uma editora brasileira em publicar seus livros? Você sabia que possuía tantas leitoras na América Latina?
Não, eu não tinha ideia que eu tinha tantos fãs na América Latina. Eu sou muito grata que as pessoas tenham caído de amores por Brandon e Spencer em outro país que não o meu. É surreal!

4. Quando você escreveu "Tudo que eu preciso" você já sabia que a série contaria com ambos os pontos de vista dos protagonistas? Como foi a experiência de escrever um livro sob o ponto de vista de um personagem masculino tão apaixonante quanto o Brandon? Na verdade, quando eu comecei a escrever, eu não tinha ideia de que eu iria escrever sob o ponto de vista do Brandon. Quanto mais eu leio e quanto mais pessoas pediram o lado de Brandon, me convenceu de que ele precisava para contar o seu lado da história. Na verdade, eu gosto de escrever o POV do sexo masculino. É claro que eu tinha que perguntar ao meu marido para certos detalhes sexuais que só os homens sabem, mas foi divertido!                                                                                                                                                                                                                                                                                                     5. O que as leitoras brasileiras podem esperar para os próximos livros da série "Tudo que eu preciso"?  O próximo livro, que será publicado no Brasil, é POV de Spencer para o livro 2. Eu não quero revelar muito, mas seu perseguidor ainda está perseguindo e não deixá-la sozinha, até que algo trágico acontece.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords