Poeta Adolescente #3

Uma ótima tarde pra vocês, com cobertores, filmes e bastante chocolate quente.
Hoje vou publicar um poema que, particularmente, eu acho muito bom. Minha amiga disse que esse é o que ela mais gosta, então resolvi postar.
Inicialmente, ele fala de amor de uma forma ruim, fazendo você realmente acreditar que, o amor é uma porcaria. Contudo, em seu final, muda-se totalmente a ideia sobre o amor, retratado nas estrofes acima. Um único verso muda tudo. Como todo poema, esse é aberto a interpretações divergentes, mas fiz questão de mostrar e explicar a minha, caso alguém fique desorientado. Então, é isso:

Amor é...
  
É escárnio irreplicável
É tristeza profunda
É egoísmo memorável 

É âncora que só afunda


É música boa que lhe causa tédio

É Roma contra Tróia

É dor que não tem remédio
É dádiva mas também escória


É feto fruto de aborto

É vingança que não se espera

É ovelha que vira lobo
É mulher transformada em quimera


É beleza horrorosa

É dor descomunal

É morte tortuosa
É paciente em estado terminal


É casamento sem romance

O amor é sublime

É cigarro causador de câncer
Mas a verdade mesmo

É que o amor não se define


Espero que gostem, compartilhem e critiquem. Sábado que vem tem mais. Até lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords