Resenha: O Lado Feio do Amor (Ugly Love) – Colleen Hoover

Título: O Lado Feio do Amor (Ugly Love) 

Autora: Colleen Hoover

Editora: Galera Record (17 de agosto de 2015)

Ano: 2015

ISNB: 9788501105738

Idioma: Português

Gênero: Literatura Estrangeira, Romance

Páginas: 336

S
inopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. 
O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

 
"Não pergunte sobre o meu passado e nunca espere um futuro"

O Lado Feio do Amor (Ugly Love)


Oi gente, tudo bem? Então essa é a minha primeira resenha no blog, espero que gostem. Opiniões são sem bem vindas.

A autora já é bastante conhecida no universo New Adult e pelos leitores brasileiro, eu li todos os 7 livros dela publicados aqui pela Editora Galera Record.

Gosto bastante da escrita dela, embora ela não esteja na minha categoria de autora favorita de New Adult, gosto muito mais da Tammara Webber por diversos outros motivos.

De todos os 7(sete) livros aqui publicados (Métrica, Pausa, Essa Garota, Um Caso Perdido, Sem Esperança e Em busca de Cinderela), na minha opinião esse é o melhor do 7, não apenas pelo tema mais adulto, até mesmo porque os personagens são mais velhos e não estão mais no ambiente de escola o que modifica e dinamiza a escrita.

Esse livro tem drama, assim como todos os livros dela tem, e tem principalmente o ponto culminante que é o segredo do Miles, que é a explicação do porque ele ser daquele jeito e o que foi que aconteceu para ele ter se tornado quem ele é agora.

O mais legal do livro quanto a escrita foi o dinamismo de intercalar o passado do Miles de 18 anos (6 anos antes da história com a Tate) com o que está acontecendo no presente. O modo como ela colocou e jogou as palavras para contar a história é muito dinâmico, não cansa e não tem diálogos diretos embora você se sinta vivenciando o passado do Miles conforme você é apresentado a ele, e você só quer continuar lendo para saber o final.

Apesar da autora no geral ter uma escrita mais poética, achei esse livro de todos a escrita bastante crua o que torna o livro mais real, gostei muito.

Vamos a história, Tate tem 24 anos e vai morar com o irmão, Corbin, que é piloto de avião até arrumar um apartamento, ela está terminando a faculdade de enfermagem. O irmão dela é vizinho e colega de trabalho de Miles Archer, que é o protagonista, à primeira vista eles não se dão bem e tentam se evitar ao máximo.

Acabam se aproximando e se envolvendo de forma sexual, deixando bem claro que não é para envolver sentimentos e nem se criar expectativas. Principalmente da parte de Miles que se julga incapaz de amar alguém.

Ocorre que o relacionamento (escondido) deles se torna cada vez mais intenso conforme vamos conhecendo o passado de Miles e o relacionamento sexual não é mais suficiente para Tate.

Vale destacar que um dos melhores personagens do livro é o Cap, o ascensorista do prédio que acaba se tornando o melhor amigo e confidente de Tate, destaque que o mesmo tem 80 anos, ele parece aqueles avôs super apertáveis. A autora disse que no primeiro momento quando escreveu o livro não tinha criado o personagem e achou que a Tate precisava de um confidente, por isso reescreveu a história colocando Cap nos momentos que o mesmo precisava aparecer.

Tate é uma protagonista forte e verdadeira que luta com unhas e dentes pelo que quer e não aceita um não como resposta, sendo exatamente o que Miles precisava: alguém que o confronte e o faça sair da sua zona de conforto. Não tem como não se colocar por diversas vezes no lugar da Tate e entender o que a motivou para tomar determinada decisão.

Com o desenrolar da história, descobrimos o passado de Miles (prepare o lencinho) e as cicatrizes emocionais que não se julga capaz de superar. É uma história sobre amor, perdão, esperança e reconciliação.

Colleen Hoover na sessão de autógrafos na Travessa do Barra Shopping em 07/09/2015

É livro único e super recomendo. Aguardo ansiosamente o lançamento de Maybe Someday, próximo livro a ser lançado no Brasil pela editora da autora.

Dou cinco estrelas.

Ah, detalhe, o livro vai virar filme, acho que lança ano que vem. Segue o teaser abaixo:




Louise Facina, resenhista e colaboradora da Alquimia dos Romances.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords