[Resenha]: Vampiratas - Maré de Terror

Título: Vampiratas - Maré de Terror

Autora: Justin Somper

Editora: Galera Record (12 de Novembro de 2007)

Ano: 2007

ISNB: 9788501078018

Idioma: Português

Páginas: 432





Sinopse:


Os gêmeos Grace e Connor Tormenta estão juntos novamente. Depois das emoções deVampiratas: Demônios do oceano. os irmãos estão a bordo do Diablo para viver novas aventuras. Mas a vida de pirata não parece agradar igualmente aos gêmeos e enquanto Connor se delicia com espadas. Grace não consegue parar de pensar nos amigos que deixou no navio Vampirata.  Mas depois que um ataque liderado pelo capitão Molucco Wrathe dá errado e um jovem pirata é morto. Grace acha que o melhor a fazer é encontrar um lugar mais seguro para ela e seu irmão. A solução parece estar nas mãos de Cheng Li. que convida os gêmeos a passarem uma semana na Academia de Piratas. Desta maneira. Grace espera afastar o irmão do perigo. enquanto Cheng Li tem a chance de mostrar aos gêmeos que a pirataria tem ainda mais a oferecer àqueles que seguem as normas. Ainda assim. Grace não consegue se desligar do que viveu no navio Vampirata e dia e noite lembra-se dos amigos – especialmente no belo e gentil Lorcan. que tanto a ajudou em sua conturbada passagem pela embarcação. Pra completar. um anel dado pelo vampiro permite à jovem que volte ao convés em misteriosas viagens astrais. E é em uma destas visitas que Grace descobre que Lorcan está pagando um preço alto por tê-la protegido. Mas este não é o único problema no navio Vampirata: mais e mais rebeldes seguem o perverso Sidório em sua sede infinita por sangue. e o capitão não sabe mais o que fazer para controlá-los. Grace e Connor devem seguir por caminhos diferentes: será que ele escolherá o aprendizado prático proporcionado pelas aventuras a bordo do Diablo ou preferirá o terreno mais seguro e acolhedor da Academia de Piratas? E o que Grace poderá fazer para salvar seus amigos dos perigos que rondam o navio Vampirata – sem colocar em risco sua própria vida?


Olá pessoal!! Hoje a resenha é sobre o 2º livro da série dos Vampiratas, Maré de Terror. Vou falar um pouco do final do primeiro para que possam entender melhor como a história desse começa. Vou deixar aqui embaixo o link da resenha do 1º livro.
Vampiratas - Demônios do Oceano

Depois de Grace ser atacada por Sidório, um vampirata sedento por sangue que se rebelou contra o capitão, ele foi expulso do navio. Acaba encontrando a tripulação do Diablo, se faz de vítima e conta a localização do navio para que Connor possa ir resgatar a irmã, que acredita que está correndo perigo e sendo ameaçada pelos vampiratas, graças a armadilha de Sidório. Quando Lorcan percebe a invasão no navio tenta defender Grace sem entender o que está acontecendo e permanece no navio mesmo depois do toque do amanhecer, e isso acarreta em um dano grave a sua visão. Depois da situação esclarecida e dos gêmeos finalmente terem conseguido se reencontrar, Connor leva Grace com ele a bordo do Diablo, mesmo que o coração de Grace permaneça no Vampirata, sem nem ter a chance de se despedir de seus amigos.

Três meses se passam com eles a bordo do Diablo e a cada dia Grace sente a necessidade de voltar ao Vampirata aumentar. Tendo ficado apenas com o anel de Claddagh que Lorcan usava e um bilhete de despedida dele como lembrança. E os vestidos que Darcy Flotsam , a figura de proa de dia e vampirata a noite, que se tornou uma grande amiga lhe deu e mais algumas coisas de sua estadia.

O anel Claddagh do Lorcan que ele deu a Grace
Depois de um ataque dos tripulantes do Diablo a um outro navio, que na verdade foi uma armadilha para pegar o Capitão Wrathe. Um membro importante é morto para defender a todos e depois disso Grace e Connor começam a questionar se de fato eles estão seguros juntos com o Capitão no Diablo. Cheng Li deixou o navio três meses atrás, pois foi convocada pela Academia dos Piratas para dar aulas e Cate é a que fica como Sub-Capitã em seu lugar. Grace e Connor acabam encontrando com Cheng Li e ela faz a proposta que eles conheçam a Academia de Piratas, que passem uma semana lá estudando. Molluco concorda com o aprendizado e eles partem para sua nova jornada.

"Quando você assina o contrato para ser pirata, aceita que nunca é jovem demais para morrer."

O livro todo, praticamente, vai girar em torno do período que eles vão ficar na Academia de Piratas. Lá eles vão conhecer grandes piratas que se tornaram os professores e diretores da Academia, lendas da pirataria. Vão conhecer sobre a Federação Pirata, os códigos de conduta, rotas marítimas, sobrevivência, duelo e etc. Essa parte vai focar muito no Connor, ele cada vez mais se destaca como um prodígio, aprende muito rápido e parece já ter um dom. Ele logo vai fazer amizade com Jacoby (o melhor dos alunos da academia) e Jasmine. E começa a pensar que talvez ele queira estudar ali sim e no futuro se tornar uma lenda da pirataria. Ele volta a ter visões, só que dessa vez do futuro dele, em seu próprio navio sendo Capitão. E começa a viver um dilema, já que ele assinou seu contrato com o Capitão Wrathe para passar a vida como pirata no Diablo. E também não está preparado para abandonar a todos os seus amigos do navio, e principalmente seu capitão que fez tanto por ele, quando precisou.


Enquanto isso Grace começa a fazer viagens em espírito ao Vampirata. Descobre o que aconteceu com a visão de Lorcan e se sente muito culpada, e quer achar alguma forma de conseguir voltar e ajudá-lo. Nossa morri de dó do Lorcan tadinho, ele para de tomar sangue também, fica muito debilitado.

As rebeliões no Vampirata começam a ser bem mais frequentes e o Capitão é obrigado a expulsar mais três vampiros, Lumar, Olin e Mistral. Eles se juntam a Sidório e seu tenente e vão fazer muuuuitos estragos. Só isso que posso comentar aqui!

Sobre a Cheng Li, prestem bastante atenção nela, é uma personagem cheia de mistérios. Vou ser bem sincera que ela me surpreendeu muito. Porque no primeiro livro você não presta muito atenção, ela é apenas o “pé no saco” do Capitão Wrathe. Mas no desenrolar da história tudo vai se encaixando, porque ela ficou esse período com ele e depois foi embora, não foi apenas para terminar seu aprendizado da academia. Também só vou comentar isso.


Esse livro foca mais na narrativa do Connor, tem algumas partes que a leitura é um pouquinho mais arrastada, e senti falta de um pouco mais de ação da Grace. Mas no geral foi muito bom, várias coisas que acontecem te surpreende e adorei o como terminou, te deixa bem ansioso pelo próximo.

Daiana Moreira, resenhista e colaboradora do Alquimia dos Romances

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords