[Resenha] O Príncipe dos Canalhas: Loretta Chase

Sinopse:

Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...

Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.

Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.

Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Comentários:

Todo mundo tem aquela escritor a que fica em um lugar de destaque na estante, e que tem as páginas tão manuseadas, que as pessoas até chegam a reparar. Só quem é fã dos romances de época sabem porque a publicação desse livro foi vista com muita alegria e expectativa. No Brasil, Loretta Chase sempre teve inúmeras fãs, que eram obrigadas a ler seu trabalho de outras maneira e em outros idiomas, sempre pensando que nunca teria o prazer de ter seus livros em português. Mas eis que mais uma vez, a Editora Arqueiro nos presenteia com essa surpresa incrível. 
"O Príncipe dos Canalhas" foi o primeiro livro da Loretta que li, me tornando fã do seu trabalho de maneira irrevogável. Loretta tem a capacidade incrível de envolver as amantes de romances de época  em uma trama de rejeição, aventura, intrigas, paixão e amor, nos prendendo em sua história e fazendo com que a leitora se apaixone. 
Sebastian Ballister – o marquês de Dain, talvez não tenha as características de um personagem típico dos romances de época. O tão temido Lorde Belzebu é grande, narigudo, cheio de cicatrizes e não se deixa abater por qualquer coisa. Um homem marcado pela rejeição do pai, que não aceitava o fato de ter gerado uma criatura tão feia. Cara, uma criança que teve o tratamento que Sebastian teve, tinha que ter criado uma casca bem grossa, para poder evitar decepções e mais desgostos. A questão é que ele não esperava encontrar uma criatura chamada Jessica Trent, que possuia uma personalidade a altura de Lorde Belzebu. Ambos são duas forças da natureza, que precisam esperar a calmaria para saber o que de fato está acontecendo. Por motivos diferentes, ambos são calejados, e não buscavam um amor quando se conhecem, mas é exatamente isso que acontece. Sebastian é surpreendido por um desejo genuíno por parte de Jessica, e ela se surpreende por se ver presa a um sentimento por um homem conhecido por sua libertinagem. 
Para mim é difícil imaginar um homem que pudesse ser o Lorde Belzebu, por isso acabei me curvando as escolhas das minhas amigas e blogueiras Tânia e Leninha (As Envenenadas pela Maçã e Sempre Romântica). Escolham vocês o melhor Lorde Belzebu.



Clique aqui e adicione "O Principe dos Canalhas" a sua estante do Skoob!

Garanta já o seu:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords