[Resenha]: O Último dos Canalhas - Loretta Chase

Título: O Último dos Canalhas

Autora: Loretta Chase

Editora: Arqueiro (06 de Novembro de 2015)

Ano: 2015

ISNB: 9788580414752

Idioma: Português

Páginas: 304




Sinopse:


O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela. Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça. Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insen- satos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais. Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.
  
Sabe aquele livro que você pensa que vai ser muito bom e ele consegue ser ainda melhor? É exatamente assim com o Último dos Canalhas. Conseguiu ser melhor que o Príncipe dos Canalhas, na minha opinião. O que eu gosto da Loretta Chase é que os personagens dos livros dela são totalmente fora dos padrões da época! Mocinha independente, decidida, que corre atrás daquilo que quer. Sou suspeita em falar porque amo livros com protagonistas fortes e decididas e essas características vocês vão encontrar de sobra na Lydia Grenville.

Lydia perdeu a mãe e a irmã muito cedo e com um pai bêbado e que só sabia gastar o dinheiro com jogos e bebida, teve que aprender a se virar sozinha. Logo após a morte de sua irmã Sarah, seu pai John a deixou sobre os cuidados de seus tios Ste e Effie e foi embora pelo mundo. Algum tempo depois chegou a notícia que ele havia sido morto por dividas de jogos. Graças às aulas que teve se apaixonou por literatura e se tornou jornalista (algo que naquela época já era bem escandaloso, uma mulher trabalhando como jornalista e ainda por cima solteirona). Com seus 28 anos ela nunca pensou em se casar, sempre viveu para o seu trabalho e ajudar pessoas necessitadas. Principalmente meninas abandonadas, ou que caísse nas mãos de cafetinas. Sabia que o jornal era uma forma de se fazer ouvir, mesmo sendo mulher e tendo pouca voz ativa na sociedade.

Vere Mallory, Duque de Ainswood, teve sua vida marcada por mortes. Após várias perdas, que inclui o seu primo Charles e seu sobrinho Robin, que eram muito importantes para Vere, o título amaldiçoado de Duque de Ainswood acabou passando para ele. Um título que ele nunca quis, uma responsabilidade que ele não estava preparado. Resolveu negligenciar sua posição e simplesmente passa o seu tempo bebendo e com prostitutas, pois considera o amor uma maldição, que todos que você ama acabam morrendo e te fazem sofrer. E assim se torna o maior libertino de Londres.

A forma como eles se conhecem é muito engraçada. Lydia está tentando salvar uma menina que está sendo levada por uma das maiores cafetinas de Londres, Coralie. E no meio da confusão chega o Duque tentando apaziguar a situação, só que ele e Lydia começam a discutir freneticamente e ela acaba fugindo. Lydia fica possessa com ele e se não bastasse ele ainda a beija, só que o que ele não esperava é que ela fosse lhe dar um belo de um soco no meio da cara! Vere ficou pasmo e por pouco perdeu a compostura quando caiu de bunda no chão, estava acostumado a todos fazendo sempre o que ele queria e nunca ser desafiado. E com isso ele acaba fascinado pela aquela criatura que ele chama amavelmente de Gógorna, Demônio entre outros apelidos carinhosos rsrs

Quando o Vere descreve o olhar glacial e capaz de congelar um homem que a Lydia da, é exatamente esse aqui que eu penso rsrs

Eles vão ter uma relação de amor e ódio, e Vere começa a perseguí-la em todos os lugares sem nem se dar conta disso. E o que achei muito legal é que eles se tornam parceiros de crime. O Vere começa a ajudá-la nas confusões que ela se mete para conseguir informações para alguma matéria, ou alguma missão de resgate de um pobre oprimido. E as cenas são as mais engraçadas, você morre de gargalhar com esse livro, a Lydia se vestindo de homem para entrar em lugares que não é permitido mulheres, fumar cachimbos, se vestir de cigana enquanto Vere faz serenatas de amor. E no fundo o Vere é muito bom de coração, do tipo que ele resgata crianças de um prédio que desabou, da dinheiro para os necessitados na rua entre outras coisas. Só que ele não quer perder a pose de Canalha arrogante ai finge que foi outra pessoa, sai antes que alguém o veja, mas Lydia que não é boba percebe tudo e começa a se apaixonar por ele, e ele por ela, mesmo sem nenhum dos dois dar o braço a torcer.


“- Ela entrelaçou os dedos nos dele. – Você sabe que não pode fazer sempre tudo. Às vezes tem que se contentar em dar apoio moral. Não preciso ser mimada e protegida. Não preciso que me defendam. Só quero que acreditem em mim.”


O pedido de casamento então é o melhor, pra que se prender a costumes bobos, porque não uma aposta de corrida a cavalos?! Sim isso mesmo, se o Vere perder ele vai ter que doar um bom dinheiro para algumas instituições de caridade e dar um dote para Tamsin, a protegida de Lydia, que ela salvou das garras de Coralie no começo dos livro. E se ela perder vai ter que aceitar se casar com ele. E nenhum dos dois aceita perder ai já viu né.

O Dain e a Jessica vão aparecer bastante, muito bom rever personagens dos outros livros. Bertie o irmão da Jessica, vai se tornar amigo do Vere, e várias partes engraçadas no livro é graças a ele. Tamsin também vai ser muito importante, ela vira o braço direito da Lydia, é muito bonitinha a relação das duas. E não poderia deixar de falar da Susan, a Mastim da Lydia, ela é sensacional, essa cadela é mega inteligente e sempre ta lá do lado da dona para o que der e vier e o Vere adora a cachorra, muito engraçada a relação deles.

Susan, cachorra da Lydia

E no desenrolar do livro vamos descobrir vários segredos do passado da Lydia, e Dain e Jessica vão ser muito importantes para ajudar a desvendar esses mistérios. Coralie vai ser um pé no saco o livro todo, ela é uma vaca, adorei o final que ela teve! E vocês vão se apaixonar pelo relacionamento da Lydia e do Vere, eles foram feitos um para o outro! Leiam Leiam Leiam.

Daiana Moreira, resenhista e colaboradora do Alquimia dos Romances






3 comentários:

  1. Oi Daiana! eu simplesmente amei esse livro! sua resenha ta maravilhosa, escreveu tudo que eu pensei sobre o livro, e eu super concordo com você, também achei esse melhor que o anterior apesar de ter gostado muito do Lord Belzebu rsrs

    Bjs

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii!! Ahh muito obrigada! Q bom q gostou *-*
      Sim sim tbm amo o Lorde Belzebu, todos são maravilhosos!
      Bjusss

      Excluir
  2. Oi,
    Tudo? Voltando a vida virtual vim te visitar. Sabe que tenho muita curiosidade em conhecer essa série. Amei sua resenha e pelo que li tenho certeza que vou amar esses livros.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Faço parte das...

Google+ Followers

Networkedblogs

Views

HOTWords