[Resenha] Um Beijo à meia-noite: Eloisa James


Sinopse:

Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo. Um beijo à meia-noite é um conto de fadas inspirado na história de Cinderela. Com um estilo que combina graça, encanto e sedução, Eloisa James escreve uma narrativa envolvente, com direito a fada madrinha e sapatinho de cristal.

Resenha:

Olha eu aqui, depois de um longo e tenebroso inverno... rsrsrsrs. Mentira gente... Não foi o inverno que me afastou daqui não. Foi a vida errante... rsrsrs. Mas o Alquimia está nas melhores mãos de todo o mundo, então, não tenho nada que reclamar (Obrigada Báh!!). Hoje, eu vim falar de uma das minhas maiores paixões no mundo da Literatura romântica: romance de época. E não é qualquer romance de época não... É um romance da maravilhosa Eloisa James, uma das escritoras que eu mais desejei que fosse publicada no Brasil. Eloisa consegue escrever romance, diversão e drama, tudo no mesmo livro, e a gente fica completamente encantada. Ao escolher um conto de fadas como o da Cinderela para escrever, ela teve que subir um degrau no gênero, e vou dizer que ela conseguiu com maestria. Kate é um muito mais do que a Cinderela. Apesar de também ser vítima de uma madrastra má, ela não sucumbe facilmente aos caprichos dessa mulher. Porém, quis o destino que ela se visse "obrigada" a passar por sua meia irmão, e é aí que as coisas se complicam. Ela conhece o príncipe (sim, príncipe) Gabriel, o homem que ela precisa empressionar, mas nem tanto. A questão é que surge uma atração improvável entre os dois, e agora, ambos precisam lidar com isso. Se por um lado, Kate tem algo para esconder, o príncipe tem obrigações que dizem que ele não pode viver essa atração que sente por Kate, tornando tudo muito mais complicado do que era a princípio. 
Vocês vão precisar ler para entender como Kate e Gabriel são muito mais complexos do que a gente imagina a princípio. Kate teve que sobreviver a uma grande perda, e se manter sã, mesmo com uma madrasta tão mesquinha quanto a dela. Gabriel é um homem com uma série de obrigações, que não sabe o que fazer com esse sentimento que começa a nutrir por Kate. O que ele sabe é que não pode ficar com ela, mas mesmo assim, seu coração teima em dizer o contrário. 
Nesse romance, dificilmente a gente vai gostar mais de um do que do outro. Tanto Kate quanto Gabriel são personagens adoráveis ao seu jeito, que buscam o amor sem nem ao menos perceberem isso.
Eu creio que as leitoras de romance de época ainda não mergulharam de cabeça nessa maravilha que é o trabalho de Eloisa James. Ela consegue usar inúmeros elementos que fazem do seu romance uma experiência difícil de ser esquecida. Se você ainda não leu nada da Eloisa James, chegou a hora.


Leia também:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faço parte das...

Networkedblogs

Views

HOTWords