[ Romance de Época ] Uma Loucura e Nada Mais - Mary Balogh







Aloha Meninos e Meninas,
Tudo bem!?

E eis que o tão aguardado 3 livro do Clube dos Sobreviventes da querida Mary Balogh finalmente chegou pessoas...e o que dizer da Tia Mary, como sempre maravilhosa!
Eu simplesmente amo essa série, cada uma delas até agora nos trouxe uma lição de vida e esperança sem igual e isso é o que eu mais amo nos livros da Mary, são histórias de época cercadas de lições para vida mesmo que atual, nos mostra sempre que por mais que seja podemos e devemos seguir em frente com as dificuldades que nos cercam, sejam por traumas ou por momentos difíceis e muitas vezes sem esperança.

Através de Benedict podemos viver a “invalidade”, pois através da sua atual situação de vida, vemos como seus familiares e a maioria das pessoas ao seu redor o subestimam e o tratam como um inválido, mesmo essa sendo de longe sua real situação, embora possua uma deficiência que não pode ser curada nas pernas vitima dos ferimentos de guerra, Ben ainda conserva sua astúcia e inteligência, bem como sua sagacidade, mas diante do zelo daqueles que ama ele prefere se abster de demonstrar suas opiniões, preferindo deixar as decisões que remetem a suas terras e arrendatários a seu irmão Calvin, sendo mais livre apenas quando esta na companhia de seus amigos do clube dos sobreviventes na casa do Duque Stanbrook na Cornualha.
Ben, sabe que deve tomar uma decisão definitiva para sua vida e quando ele conhece Samantha McKay, ele sente que ao lado dela ele é uma pessoa melhor, mas ele seria capaz de curar as feridas dela, como ela parece ser capaz de aplacar as dores de seu coração?

Samantha acabou de perder o marido a quem era devotada, apesar dele tê-la ferido brutalmente ao condená-la a uma vida vazia e opressiva ao lado dos sogros, ela ousa sonhar e buscar algo melhor pra si e seu fiel companheiro Tramp.
Num momento de desespero, ao receber uma carta de seus sogros, ordenando que ela voltasse a seu convívio, numa vida solitária, fria e de opressão, ela decide abandonar tudo e todos que até então ela tinha como família e partir em busca da sua história e do povo de sua mãe, que morrerá quando ela ainda era jovem.

É nesse momento que Ben, decide partir com ela, com a desculpa de protegê-la e levá-la sã e salvo ao País de Gales, onde sua avó deixará para ela uma pequena propriedade, e sua então chance de recomeçar uma nova vida.

Aos poucos no decorrer da viagem nosso casal vai se conhecendo e amadurecendo numa amizade profunda e cúmplice.
E é isso que faz o romance ser ainda mais verdadeiro e natural, por mais que se desejem desde o momento que se conheceram nosso casal, não se deixa levar pelos sentimentos, eles querem algo mais profundo, mesmo que seja apenas por uma noite, um único momento.
Eles querem ser tocados muito mais que intimamente.
Eles desejam se entregar de corpo e alma, embora seus corações estejam feridos e seus corpos estejam brutalizados.

É isso que faz esse terceiro livro da série ser o melhor até então pra mim.
Restam as histórias de Flavian, Ralph, Lady Barclay e George, dentre esses eu aguardo com todo o meu coração pela história do Duque e da Imogen.

E rezo pra serem ainda melhor que esse terceiro livro.
  
SINOPSE

Depois de sobreviver às guerras napoleônicas, Sir Benedict Harper está lutando para seguir em frente e retomar as rédeas de sua vida. O que ele nunca imaginou era que essa esperança viesse na forma de uma bela mulher, que também já teve sua parcela de sofrimento.

Após a morte do marido, Samantha McKay está à mercê dos sogros opressores, até que planeja uma fuga para o distante País de Gales para reivindicar uma casa que herdou. Como o cavalheiro que é, Ben insiste em acompanhá-la em sua jornada.

Ben deseja Samantha tanto quanto ela o deseja, mas tenta ser prudente. 

Afinal, o que uma alma ferida pode oferecer a uma mulher? 

Já Samantha está disposta a ir aonde o destino a levar, a deixar par trás o convívio com  alta sociedade e até mesmo a propriedade que é sua por direito por esse belo e honrado soldado.

Mas será que, além de seu corpo, ela terá coragem de lhe oferecer também seu coração ferido? As respostas a todas as perguntas talvez estejam em um lugar improvável: nos braços um do outro.




Bônus: O PRETENDENTE

Como se não bastasse esse livro maravilhoso, ainda fomos brindados com um conto lindo sobre “ a prometida “ de Vincent, não sei vocês mais eu sempre quis saber como é que aquela garota arranjou um pretendente tão rápidos.rs

Nesse pequeno conto que veio juntamente com o livro para quem comprou na pré-venda, vemos quem verdadeiramente é Phillipa Dean, que havia sido prometida em casamento a Lord Darleigh no livro anterior, percebemos que Mary Balogh adora mulheres fortes embora com o senso de dever muito latente no que toca a família da época em que nossa heroínas vivem.

Phillipa sempre fora uma filha exemplar, e sempre fez as vontades dos pais, mesmo quando seu coração desejava o contrário, embora simpatize com Vincent, seu coração pertence a outra pessoa, Julian era um libertino inconsequente quando conheceu Phillipa e se apaixonaram, mas seus pais jamais permitiriam que o relacionamento fosse adiante, agora mais maduro ele esta disposto a lutar pela mulher que ama, é então como único herdeiro do Duque de Stanbrook  que ele espera ser levado em consideração como pretendente de Lady Phillipa


Quanto vale a leitura: 


Namastê
Báh Borges

2 comentários:

  1. Eu tenho um dos livros dela aqui, mas ainda não li. Acredita? Estou tão sem tempo para ler. Queria ter mais tempo para ler todos esses livros maravilhosos!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo bem...rs.
      Mas tenho certeza de que quando lê-lo, vai amar.

      Excluir

Faço parte das...

Networkedblogs

Views

HOTWords